Festas clandestinas são encerradas em Porto Alegre e Santa Maria

Na Capital, casa noturna foi autuada no bairro São Geraldo. Na Região Central, denúncia levou a evento clandestino com aproximadamente 300 pessoas. Duas festas clandestinas foram encerradas, na madrugada deste domingo (5), em Porto Alegre e em Santa Maria, na Região Central.
Uma casa noturna no bairro São Geraldo foi autuada e interditada pela Guarda Municipal e Diretoria de Fiscalização da Capital. Os agentes encontraram no local público em pé, sem máscara e sem distanciamento, descumprindo os protocolos da Covid-19.
“Precisamos continuar atentos ao cumprimento das normas dos protocolos da Covid-19”, afirmou o comandante da Guarda Municipal da Capital, Marcelo Nascimento.
Outras áreas da cidade foram percorridas, mas não foram constatadas aglomerações nem irregularidades. Denúncias devem ser feitas pelos fones 153 e 156.
Já em Santa Maria, agentes da Fiscalização Municipal Integrada fizeram rondas de rotina e averiguaram denúncias que resultaram em flagrantes de aglomeração e consumo de bebida alcoólica em vias públicas, além de uma festa clandestina com aproximadamente 300 pessoas.
O evento foi denunciado ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública e os agentes da força-tarefa foram até o local para averiguar. A festa ocorria em uma chácara no bairro Diácono João Luiz Pozzobon com cerca de 300 pessoas aglomeradas, que estavam sem máscara e sem controle de distanciamento.
O organizador da festa foi notificado, a festa foi encerrada e as pessoas, dispersadas.
Entre a noite de sexta-feira e a madrugada deste sábado, outra festa clandestina também foi encerrada. O evento ocorreu em uma chácara no distrito de Santo Antão, com cerca de 250 pessoas.
Vídeos: Tudo sobre o RS