Trabalhadores da Expointer fazem teste de Covid antes do início das atividades

Uma das medidas de segurança da Expointer neste ano é a testagem prévia de Covid-19 de todos os trabalhadores da feira. É obrigatória a apresentação de exame negativo de RT-PCR ou antígeno, feito no máximo nas 72 horas anteriores ao dia do primeiro acesso ao evento. Por isso, nesta quarta-feira (1) a SES (Secretaria da Saúde) realizou o teste nos servidores da pasta que, a partir deste sábado (4) trabalharão no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

Além dos profissionais da Saúde, foram testados servidores das secretarias de Desenvolvimento Econômico, de Turismo, da Educação e de Comunicação e da Brigada Militar. O mesmo protocolo foi aplicado aos servidores da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural na semana passada, que começaram as atividades no parque no último final de semana. O Lacen/RS (Laboratório Central do Estado) realizou os exames em cerca de 200 servidores.

As outras pessoas do público interno (expositores, copromotores, trabalhadores em geral) já devem chegar à feira com a comprovação do exame negativo de laboratório, conforme consta no regulamento da Expointer. O documento precisa ser apresentado no momento do credenciamento e deve ter sido realizado, no máximo, nas 72 horas anteriores. Na eventualidade de algum profissional chegar ao parque sem o exame, um local para a testagem foi montado em parceria com a Secretaria de Saúde de Esteio. Nesses casos, o acesso só é permitido após o teste, desde que com resultado negativo.

Não será obrigatório estar vacinado contra o coronavírus para trabalhar no evento. Contudo, a todos do público interno foi ofertada a antecipação da dose caso a sua idade ainda não tivesse sido alcançada nos seus respectivos municípios de residência.

O uso de máscara será obrigatório na feira. Dentro do parque, haverá dispensers de álcool em gel e lavatórios de mãos em pontos estratégicos.