SIMERS aposta numa Expointer de retomada da economia

Após uma edição digital e sem público em razão da pandemia, a Expointer retorna, de 4 a 12 de setembro, ao modelo presencial. E o Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas do Rio Grande do Sul (Simers) está pronto para fazer dela uma feira de negócios marcante para a retomada econômica do Estado. “Esta será uma Expointer de superação e de retomada do crescimento da economia do nosso Estado”, enfatizou o presidente da entidade, Cláudio Bier.

A cada edição da maior feira multissetorial agropecuária da América Latina, a área de exposição de máquinas organizada pelo Simers surpreende os visitantes. Em 2021 não poderia ser diferente. Para esta feira, os 85 expositores participantes prepararam a apresentação de novas tendências tecnológicas para a agricultura de precisão. São aguardadas máquinas e implementos dotados de tecnologia embarcada, que permitem aumentar a precisão do trabalho, maximizando a produtividade sem elevar a área plantada, além de perdas e custos.

“Estamos ainda no meio da pandemia e, mesmo assim, com esforço gigantesco, conseguimos reunir um número significativo de empresas expositoras para esta edição da Expointer”, celebrou o presidente do Simers, Claudio Bier.

Bom momento

O setor de máquinas agrícolas passa por um bom momento. Bier destaca que os produtores brasileiros mais uma vez tiveram uma supersafra de grãos e, frente a tais resultados, buscam cada vez mais por produtividade, comprando máquinas que realizam o trabalho com mais rapidez na hora do plantio e da colheita, além de reduzir as perdas dos grãos. Com o setor em alta por grande safra e bons preços, há expectativa de boas vendas. A previsão é de que o valor negociado possa chegar a R$ 1 bilhão.

Agro em Ação

Com o conceito “Agro em Ação”, a campanha do Simers para a 44ª Expointer traz diferentes setores da área de máquinas e implementos agrícolas, mas sempre com o aspecto humano em primeiro plano. “Nossa intenção foi valorizar as pessoas que fazem o agronegócio se movimentar, setor que nunca parou de produzir, mesmo com a pandemia da Covid-19”, explicou o presidente do Simers, Cláudio Bier.

Edição digital

Em 2020, o Simer inovou com a realização de uma feira totalmente virtual. A iniciativa pioneira foi um grande sucesso e contabilizou 42 mil acessos de 38 países. Passado mais de um ano do início da pandemia, que praticamente suspendeu a realização de feiras presenciais, a 44ª Expointer assinalará o retorno do Simers ao Parque Assis Brasil.

“Nós do Simers acreditamos que esta Expointer será mais uma janela para que o setor de máquinas e implementos agrícolas reitere o seu papel de referência e assim auxiliar na recuperação dos demais segmentos econômicos”, destacou o presidente da entidade, Cláudio Bier.