RS registra 3,7 mil casos de Covid em escolas estaduais; quase 2 mil instituições estão com aulas presenciais


Secretaria da Educação informou que faz controle das notificações e que, a partir de agosto, monitoramento será por aplicativo. Dados foram obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação. RS registra 3,7 mil casos de Covid em escolas estaduais
As escolas estaduais do Rio Grande do Sul já registraram 3.696 casos de Covid-19 entre alunos, professores e funcionários, desde a reabertura das instituições em maio. Os dados, recolhidos até 12 de julho, foram levantados pela RBS TV junto à Secretaria Estadual da Educação (Seduc) por meio da Lei de Acesso à Informação.
Como será o 2º semestre nas escolas de Porto Alegre
A pasta não atendeu aos pedidos de entrevista feitos pela RBS TV. Em nota, a Seduc informou que faz o controle das notificações dos casos de coronavírus e que, a partir de agosto, esse monitoramento vai ser feito por aplicativo. Leia a nota completa abaixo.
A maioria dos casos de Covid-19 ocorreu entre alunos, com 1,8 mil registros. Há 1,3 mil infectados entre os professores e quase 500 entre funcionários. Veja o gráfico
Das 2.377 escolas da rede estadual do RS, 1.991 (quase 84%) estão em regime presencial de aulas. Apenas 40 (1,7%) seguem fechadas e 342 (em torno de 14%) atendem em plantão.
O aumento do contágio acontece mesmo com a baixa adesão ao ensino presencial. Desde a retomada das aulas, só 20% dos estudantes das escolas estaduais tem participado dos encontros.
Para Helenir Schürer, presidente do CPERS Sindicato, entidade que representa servidores da educação no RS, os números comprovam a dificuldade de colocar em prática os protocolos de controle da pandemia nas escolas.
“Diversos diretores nos colocaram que, se for cumprir todos os protocolos, item por item, nenhuma escola tem condições de colocar todos previstos. Então, essa também é uma preocupação. Não podemos aceitar o que está no papel, temos que aceitar o que realmente está acontecendo nas escolas, para que elas possam abrir”, avalia.
Aulas presenciais foram retomadas em maio nas escolas estaduais do RS
Reprodução/RBS TV
No levantamento do governo, uma das escolas com mais registros é a Borges do Canto, de Palmeira das Missões, no Norte do estado. A instituição atende 500 alunos do ensino médio e tem 80 casos de Covid.
Contudo, a diretora da escola contesta. Ilza Maria Carvalho da Silva diz que são apenas 22 casos, sendo a metade entre alunos. “Não teve nenhum caso que surgiu da escola, foi em casa”, afirma.
A Seduc aponta que pode ter havido equívoco no preenchimento dos casos suspeitos e confirmados na escola na hora de transpor esses dados para as planilhas de controle.
RS tem 33,1 mil mortes por Covid
O chefe do Serviço de Infectologia do Hospital São Lucas da PUCRS, Fabiano Ramos, reforça a orientação de cuidados fora da escola, para evitar a disseminação do vírus em sala de aula.
“É fundamental que, mesmo em casa, as famílias mantenham os cuidados. Obviamente, evitando aglomerações fora de casa”, diz.
Nota da Seduc
“Sobre monitoramento da covid-19, a Seduc informa que desde maio realiza controle juntos às Coordenadorias Regionais de Educação sobre as notificações.
Ao longo do mês de agosto, o monitoramento passará a ser feito no “módulo gestor” do aplicativo Escola RS, sistema que todos os gestores da rede já têm acesso. Para isso, estão sendo realizados treinamentos juntos às Coordenadorias, além da disponibilização de materiais de apoio.
Ainda sobre o monitoramento, os COE-E locais, compostos por membros da escola, e os regionais, que contam com representantes da saúde, atuam por meio de visitas e auxiliando, quando necessário, nos planos de contingência.
A Seduc informa que trabalha ao lado das Coordenadorias Regionais de Educação para que todas as escolas da Rede Estadual de Educação que estejam impedidas de abrir nesse momento possam estar em funcionamento o mais rápido possível.”
VÍDEOS: Tudo sobre o RS