Operação policial cumpre novos mandados em investigação sobre desvios de recursos públicos em cidades gaúchas

A PF (Polícia Federal) e a CGU (Controladoria-Geral da União) realizaram, nesta terça-feira (31), mais uma ação de combate aos Polícia Federal/Divulgaçãona saúde. A força-tarefa recebeu o nome de “Tomentella”, e consiste em dez mandados de busca e apreensão que foram cumpridos em Porto Alegre, Taquara, Pelotas e Santa Vitória do Palmar.

A operação é decorrente de uma investigação que teve início em 2018 e apura o contrato da prefeitura de Taquara e a Associação Brasileira do Bem-Estar Social, Saúde e Inclusão, que foi responsável pela administração do Hospital Bom Jesus entre 2016 e 2017. A entidade recebeu R$ 16 milhões em recursos federais no período.

De acordo com a PF, parte desses valores foi usada no pagamento de despesas não autorizadas, em proveito próprio e em favor de outras empresas. Os investigados podem responder pelos crimes de apropriação/desvio de bens ou rendas públicas, peculato, dispensa irregular de licitação, organização criminosa, corrupção passiva e ativa.