Lira aponta reforma do IR e privatização dos Correios como prioridades na volta do recesso

Reformas política e administrativa também devem avançar na Câmara no primeiro semestre. Deputados retornam do recesso parlamentar na semana que vem. VÍDEO: Arthur Lira aponta reforma do IR e privatização dos Correios como prioridades na volta do recesso parlamentar
O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse nesta quarta-feira (28), em entrevista ao programa Conexão Globonews, que a reforma do Imposto de Renda (IR) e o projeto de privatização dos Correios serão prioridades na volta do recesso parlamentar.
“Estamos com muita tranquilidade para votar a primeira etapa da reforma tributária, que é a do imposto de renda de pessoa física, jurídica e dividendos”, afirmou.
“Esta será uma pauta que estará presente na primeira semana, como estará presente também uma discussão no plenário da privatização dos Correios e como estará presente também, saindo da comissão especial, a reforma política, relatada pela deputada Renata Abreu”, disse.
Lira afirmou que os projetos serão pautados em plenário na semana que vem, quando deputados e senadores retornam do recesso.
Ainda, segundo o presidente da Câmara dos Deputados, a discussão sobre alterações no imposto de renda e taxação de dividendos já “estava amadurecida” entre os líderes partidários na Câmara desde antes do recesso.
No entanto, Lira afirmou que preferiu segurar o texto por mais 15 dias, para que “sofresse críticas construtivas”.
“Terá sequência a reforma administrativa e vários outros assuntos de reformas e privatizações de ajustamento da nossa máquina”, afirmou Lira.
VÍDEO: Arthur Lira diz que ida de Ciro Nogueira para a Casa Civil trará ‘articulação maior’
Ciro Nogueira
De acordo com o presidente da Câmara, a nomeação do senador Ciro Nogueira (PP-PI), integrante do chamado Centrão e do mesmo partido de Lira, para a Casa Civil, vai contribuir com mais diálogo e interlocução política entre os Poderes.
O presidente Jair Bolsonaro formalizou nesta quarta-feira (28) uma minirreforma ministerial e nomeou Ciro Nogueira para o cargo de ministro de Estado chefe da Casa Civil. Nogueira é presidente do PP e membro do grupo conhecido no Congresso como Centrão.
“A ida de Ciro para a Casa Civil trará tanto para o Congresso, como para o Executivo, como para o Judiciário, uma articulação maior, mais conversas, mais firmezas nas proposições em que o governo precisa demonstrar unidade”, disse Lira.
“O Ciro tem esses predicados. O presidente Ciro sabe com se comportar no que cerne na orientação no que é o ministério da Casa Civil”, afirmou o presidente da Câmara.
A nomeação do senador é vista como uma forma de mais espaço ao Centrão na gestão Bolsonaro, em um momento em que pesa sobre o governo mais de cem pedidos de impeachments e o avanço das apurações da CPI da Covid.
VÍDEOS: notícias sobre política