Governo do RS autoriza eventos esportivos com a presença de até 2,5 mil pessoas


Medida só passará a valer após publicação no Diário Oficial, com limite de 40% de ocupação de cada setor. Governador Eduardo Leite (PSDB) disse que queda nas ocupações de leitos hospitalares por pacientes com Covid e avanço da vacinação permitiram mudança. Estádio do Beira-Rio durante realização de partida sem presença de público
ge
O Gabinete de Crise do governo do Rio Grande do Sul anunciou, nesta quarta-feira (1º), autorização para a retomada de público em estádios esportivos. Segundo decisão, fica permitida a ocupação de 40% de cada setor, com limite de 2,5 mil torcedores.
O Executivo estadual justifica a medida citando a queda das internações por Covid-19 em leitos clínicos e de terapia intensiva (UTIs). O governador Eduardo Leite (PSDB) ainda citou o andamento da vacinação no RS como fator que motivou a decisão.
“Estamos avançando nas liberações e redução das restrições devido à melhora no cenário da pandemia no RS e por sermos um dos Estados que mais vacina no país, estando sempre no topo do ranking”, diz.
Todas as mudanças serão detalhadas em decreto e só estarão válidas após publicação no Diário Oficial do Estado (DOE). Conforme o Palácio Piratini, isso deve acontecer nos próximos dias.
Segundo Leite, as normas serão reavaliadas conforme o estado avance em direção à meta de completar o esquema vacinal de pelo menos 70% da população. Atualmente, o RS tem 36,1% dos habitantes com as duas doses aplicadas ou a vacina de dose única.
Demais anúncios
O governo anunciou, para 1º de outubro, a realização de eventos com uso de pista de dança, com teto de 150 pessoas no protocolo variável, podendo chegar a até 350 pessoas caso seja decidido e autorizado pelas regiões.
Mesmo com a permissão, fica mantida a obrigação do uso de máscara e o cumprimento dos demais protocolos. A medida não valerá para casas de shows, casas noturnas e similares.
Pela terceira semana seguida, o estado não emitiu avisos e alertas para as regiões dentro do Sistema 3 As de Monitoramento.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS