Bolsonaro nomeia Luiz Eduardo Ramos como ministro da Secretaria-Geral


Ato foi publicado na edição desta quarta-feira (28) do “Diário Oficial da União” (DOU). Cargo era ocupado anteriormente por Onyx Lorenzoni. Mudança integra minirreforma ministerial. General Luiz Eduardo Ramos
REUTERS/Ueslei Marcelino
O presidente Jair Bolsonaro nomeou o general do Exército Luiz Eduardo Ramos como ministro de Estado Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República. O ato foi publicado na edição desta quarta-feira (28) do “Diário Oficial da União” (DOU).
(CORREÇÃO: O G1 errou ao informar, no título, que Luiz Eduardo Ramos foi nomeado ministro da Secretaria de Governo. Na verdade, ele foi nomeado ministro de Estado Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República. A reportagem foi corrigida às 07h50).
A mudança faz parte de uma minirreforma ministerial da gestão Bolsonaro, que inclui a recriação do Ministério do Trabalho e Previdência e alterações na Casa Civil.
O cargo de ministro de Estado Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República era ocupado desde fevereiro por Onyx Lorenzoni, o qual foi nomeado para assumir o Ministério do Trabalho e Previdência.
Ramos era chefe da Casa Civil, que passa a ser ocupada agora pelo senador Ciro Nogueira, presidente do PP e membro do grupo conhecido no Congresso como Centrão.
VÍDEOS: notícias sobre política