Vereador de Pelotas morre aos 56 anos, vítima do coronavírus

Vereador em primeiro mandato na cidade de Pelotas (Região Sul), Paulo Rogério dos Santos – popularmente conhecido como “Paulo do Sítio Floresta” – morreu na madrugada  deste domingo (2) aos 56 anos, vítima do coronavírus. Ele era solteiro e não deixou filhos.

Líder do PSDB na Câmara Municipal, Paulo estava internado desde o início da semana passada no Hospital da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e chegou a ser intubado na sexta-feira (30).

Por volta das 15h deste domingo, o corpo do vereador foi transportado em cortejo fúnebre até o Cemitério da Boa Vista. O velório e sepultamento, no final da tarde, contaram apenas como a participação de familiares.

De acordo com nota oficial do Legislativo pelotense, o parlamentar era reconhecido “pelo trabalho árduo nos bairros e pelo carinho e humildade com todos que o cercavam”.

O presidente em exercício da Casa, Paulo Coitinho (Cidadania), decretou luto oficial de três dias. Com isso, a sessão agendada para esta terça-feira (4) está suspensa e os encontros on-line dos vereadores serão retomados na próxima quarta-feira e quinta-feira. A prefeita Paula Mascarenhas também decretou três dias de luto oficial no município.

Com origem política em Pelotas e correligionário de partido, o governador Eduardo Leite também se manifestou sobre o falecimento do político, por meio de mensagem na rede social Twitter:

“Triste com a notícia da perda de um amigo e grande líder comunitário, o Paulo do Sítio Floresta, nosso vereador de Pelotas pelo PSDB. Vai em paz, meu caro! Obrigado pela dedicação aos bairros e à gente da nossa cidade”.

“Paulo do Sítio Floresta” conquistou pela primeira vez uma vaga no Legislativo local em novembro do ano passado, ao obter 1.474 votos. Em paralelo à atividade política, ele era comerciante e líder comunitário com atuação destacada na área da saúde – ocupava a vice-presidência da Comissão encarregada do assunto na Câmara.

Vereadores infectados

Paulo não é o único caso de infecção por coronavírus na Câmara de Vereadores de Pelotas. O presidente do Legislativo e também tucano Cristiano Silva continua internado na Santa Casa local – de acordo com a sua assessoria, a situação de saúde dele é considerada estável.

Outros dois colegas também enfrentaram recentemente a covid. Marcos “Marcola” Ferreira e Anderson Garcia (PTB) já se recuperaram. Além disso, sete funcionários da Casa também receberam teste positivo, incluindo dois assessores do vereador que morreu neste domingo.

No dia 23 de abril, um surto de coronavírus entre parlamentares e servidores fez com que a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Pelotas restringisse atividades. Atualmente, ao menos um servidor e um tesoureiro continuam em quarentena domiciliar, temporariamente afastados de suas funções.

(Marcello Campos)