Vacinação contra o coronavírus avança e o Rio Grande do Sul ultrapassa 2 milhões de doses aplicadas

O governo do Rio Grande do Sul ultrapassou a marca de 2 milhões de doses aplicadas da vacina contra a Covid-19 no Estado. Conforme dados do painel da SES (Secretaria Estadual de Saúde), a plataforma registrava 2.103.814 doses aplicadas – 1.716.385 primeiras doses e 387.429 como segunda.

De acordo com o governo, o avanço da imunização em solo gaúcho pode ser atribuído ao comprometimento das prefeituras em dar celeridade à aplicação de doses da vacina contra a Covid-19.

Na avaliação da secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, a mobilização dos gestores municipais – aliada à distribuição de 500 mil doses na última semana – coloca o RS entre os Estados que mais aplicam vacinas proporcionalmente à população.

“Esperamos nessa semana ampliar consideravelmente a aplicação da segunda dose do público de idosos a partir de 73 anos”, afirmou. “É motivo de orgulho podermos estar em primeiro lugar como estado que mais está aplicando vacinas”, completou.

Conforme Arita, o governo pretende começar em breve a vacinação do grupo das comorbidades. “São tantas pessoas que precisam de vacinação, transplantados, diabéticos, obesidade mórbida, doenças raras, pessoas que precisam de hemodiálise, cardiopatas, pessoas com problemas neurológicos. É um grupo que precisa muito dessa imunização”, explicou. Apesar do avanço da vacinação no RS, Arita reforçou que a população deve cumprir os protocolos sanitários, como uso de máscaras e evitar aglomerações.

Para garantir o ritmo da imunização no Estado, o governo espera que o Ministério da Saúde mantenha a distribuição de doses previstas semanalmente. “O ministro anunciou que haveria no mês de abril 31,9 milhões de doses já contratadas dos dois grandes produtores, a Fiocruz e o Butantan”, destacou. Segundo o governo, o Estado recebeu 12 lotes que totalizam pouco mais de 3 milhões de vacinas.