Rio Grande do Sul tem quase 110 mil pedidos de benefícios na fila do INSS

Por Redação O Sul | 23 de fevereiro de 2021

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) tem 109.896 processos do Rio Grande do Sul na fila para análise e concessão de benefícios, que incluem aposentadoria e auxílio-doença.

Os dados foram enviados ao IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário). Desse total, 14.587 referentes são pedidos de benefícios por incapacidade. Os demais dados repassados à entidade não têm o recorte estadual.

Conforme o INSS, está sendo realizada uma força-tarefa para análise de alguns benefícios que deve seguir até final de março. O instituto informa que a maior parte dos pedidos se refere ao CadÚnico (Cadastro Único do Governo Federal). Portanto, os segurados devem garantir que as informações estejam atualizadas.

Em novembro de 2020, o INSS, o MPF (Ministério Público Federal) e a Defensoria Pública da União assinaram um acordo para fixar prazos para zerar a fila de espera por benefícios. O período para análise terá limites de 30 a 90 dias, de acordo com o tipo de benefício ou auxílio solicitado. O INSS ganhou seis meses para adequar sua dinâmica de trabalho a esses novos prazos. O prazo máximo previsto em lei é de 45 dias.