Prorrogado até segunda-feira o reforço policial no Litoral Norte gaúcho

Operação de Verão tem como foco atual a dispersão de aglomerações e a fiscalização de medidas preventivas contra o coronavírus.(Foto: Divulgação/BM)

Com o objetivo de manter a fiscalização das medidas preventivas contra o coronavírus no Litoral Norte, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Rio Grande do Sul prorrogou até segunda-feira (22) a operação “RS Verão Total”. A medida será cumprida com a manutenção de 40% do efetivo deslocado para a região ao longo dos últimos três meses.

O prazo de vigência estava inicialmente previsto até 1º de março e já havia sido estendida até a segunda-feira passada (15). Participam do efetivo integrantes da Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Instituto-Geral de Perícias (IGP) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Ao informar a nova data de encerramento da operação, o governo gaúcho salientou que 22 de março é justamente o dia para o qual está programada a volta do modelo de cogestão, por meio do qual uma prefeitura pode adotar restrições mais brandas que as previstas para a sua respectiva bandeira no sistema de distanciamento controlado.

“Com as medidas de restrições adotadas desde o final de fevereiro e a criação de 183 novos leitos de UTI, o que eleva para 157% o crescimento da capacidade de terapia intensiva no Estado, a projeção do Gabinete de Crise do Palácio Piratini é de que, em uma semana, algumas regiões possam retomar protocolos menos restritivos que os da bandeira preta, hoje vigente em todo o território gaúcho”, projeta a SSP.

Ainda de acordo com a Secretaria, a ampliação da permanência de parte do reforço da “RS Verão Total” é motivada pela necessidade de continuidade na fiscalização mais intensa das medidas preventivas no período, em especial pela região ser o ponto em que há maior risco de aglomerações.

Até a retomada da cogestão, seguem as restrições mais rígidas. Está proibido, por exemplo, a permanência nas faixas de areia, a abertura de quiosques e o uso de guarda-sol, bem como o banho de mar e a abertura de estabelecimentos de atividades não essenciais entre 20h e 5h.

“Mais um vez reforço, não se trata de uma ampliação para o veraneio, muito pelo contrário”, argumentou o vice-governador e titular da SSP, Ranolfo Vieira Júnior. “Continuamos no pior momento da pandemia e em alerta máximo, então ainda precisamos cumprir com todo rigor as medidas mais rígidas, justamente para que possamos retomar restrições menos graves na semana que vem.”

Efetivo

Deflagrada na segunda quinzena de dezembro, a atual edição da operação “RS Verão Total” contou, ao todo, com 3,4 mil servidores das cinco instituições vinculadas à Secretaria da Segurança Pública. O efetivo reforça as ações em praias, balneários e águas internas do Estado.

O acréscimo de contingente abrangeu 1.302 brigadianos, 978 policiais civis, 1.040 bombeiros e guarda-vidas civis temporários, 78 servidores do Instituto-Geral de Perícias e 24 servidores do Detran-RS.

Além disso, o Corpo de Bombeiros Militar contou com 15 quadriciclos e 14 motos-aquáticas para ampliar o atendimento nas 242 guaritas espalhadas pela maior parte da orça gaúcha (212 no Litoral Norte, 30 no Litoral Sul e 50 postos de salvamento nas águas internas).

(Marcello Campos)

Voltar
Todas de Rio Grande do Sul