Polícia investiga suposta lavagem de dinheiro realizada por ex-vice-prefeito de município gaúcho

A Polícia Civil cumpriu, nesta quarta-feira (20), dois mandados de busca e apreensão em Alpestre, no Norte do Rio Grande do Sul, durante a Operação Alpes, que investiga suposto crime de lavagem de dinheiro cometido por um ex-vice prefeito do município.

A investigação, solicitada pelo Ministério Público, começou em razão da compra, por parte do investigado, de um veículo de luxo avaliado em R$ 234 mil, o qual foi ocultado em nome de terceiro.

“Suspeita-se que tal bem foi adquirido com os valores obtidos de forma ilícita pelo investigado, decorrentes de crimes licitatórios, corrupção passiva, concussão e de participação em organização criminosa perpetrados entre os anos de 2013 a 2017, pelos quais já foi denunciado pelo Ministério Público. Tal automóvel teria sido comprado em nome de familiar do suspeito justamente para ocultar sua real propriedade, tendo, após certo período, retornado formalmente o veículo ao seu patrimônio. Ainda não se descarta que outros atos de lavagem de capitais tenham sido perpetrados, o que ainda é objeto de investigação”, informou a Polícia Civil.

“A ação desencadeada visa a apreensão de material probatório destinado a robustecer as provas já existentes no inquérito policial”, completou a corporação.