Polícia Civil prende 24 envolvidos em venda de drogas por tele-entrega na Região Metropolitana de Porto Alegre

Uma operação deflagrada nesta quarta-feira (26) pela 2ª Delegacia de Polícia de Gravataí (Região Metropolitana) resultou na prisão de pelo menos 24 indivíduos por envolvimento em esquema de tele-entrega de drogas. Segundo a  corporação, 14 deles já cumprem sentença no sistema carcerário e tiveram nova ordem expedida pela Justiça.

A ofensiva teve como alvo um grupo especializado nessa modalidade de tráfico em cidades da região – as buscas abrangeram simultaneamente Porto Alegre, Gravataí, Cachoeirinha, Alvorada e Taquara.

Ao todo, foram cumpridas 78 ordens judiciais, abrangendo 37 mandados de prisão e 41 de busca e apreensão, com recolhimento de automóveis, motocicletas e telefones celulares, dentre outros itens.

O “pé-na-porta” de endereços da quadrilha contou com um efetivo de cerca de 250 policiais civis e de apoio, estes últimos vinculados à Divisão Operacional Aérea (DOA). A chefia da operação ficou a cargo do titular da 2ª DP Gravataí, Guilherme Calderipe.

Detalhes

Conforme a Polícia Civil gaúcha, as investigações totalizaram sete meses de trabalho, que permitiram apurar uma série de aspectos do modus operandi do esquema.

Foi constatado, por exemplo, que a venda dos entorpecentes era realizada por meio de quase 50 pontos de tele-entrega para atender aos usuários, em especial na cidade de Gravataí. O gerenciamento de diversos desses locais era feito por presidiários.

(Marcello Campos)