Pesquisa aponta o Rio Grande do Sul como destaque em Transformação Digital na administração pública

O Rio Grande do Sul é um dos Estados brasileiros que se encontra em estágio mais avançado no processo de implantação da TD (Transformação Digital) na administração pública, aponta a pesquisa Tendências na Transformação Digital em Governos Estaduais e no Distrito Federal do Brasil.

O levantamento foi realizado pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) em parceria com o GTD.GOV (Grupo de Transformação de Pesquisas dos Estados).

Feito por quatro pesquisadores, o estudo descreveu o governo gaúcho e o de Minas Gerais como “ilhas de excelência que demonstram ser possível avançar com a transformação digital dos governos estaduais, mesmo em contexto de restrição fiscal”, indicando que o RS já incorporou a Transformação Digital como prática na sua gestão.

As ações de governança digital são transversais (efetuadas em todas os órgãos públicos) e contam com a coordenação da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão, com o apoio das vinculadas Procergs e EDP (Escritório de Desenvolvimento de Projetos).

“Pensar um governo digital não significa apenas digitalizar processos. O que estamos buscando é simplificar serviços e facilitar a vida das pessoas por meio digital, com o governo na palma da mão do cidadão. Entre muitas ações, cabe ressaltar que fomos o primeiro Estado a integrar com a rede gov.br e lançamos o portal rs.gov.br, no qual os serviços digitais estão em um lugar só”, afirmou o secretário de Planejamento, Claudio Gastal,

Um dos pontos que contribuiu para o governo do RS alcançar uma boa visibilidade foi a elaboração e publicação da Estratégia Digital RS.GOV.BR. “Esse documento compartilha as principais diretrizes e boas práticas. Nosso objetivo é ressignificar o relacionamento com o cidadão. Ele no centro de tudo”, afirmou Hipárcio Stofel, diretor-geral do EDP.

Conforme a pesquisa, a gestão do RS é destaque nacional em cibersegurança e proteção de dados pessoais, já adequando seus de portais aos padrões da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. De 24 Estados, apenas RS e Amapá apresentaram resultados positivos nesse quesito.

“O resultado da pesquisa é um importante reconhecimento ao trabalho árduo que tem sido realizado por todo o governo, que colocou o digital como estratégia central da administração. Nossa meta é um governo 100% digital até 2022”, afirmou o diretor-presidente da Procergs, José Antônio Leal.

Acesse aqui o conteúdo completo da pesquisa.