Pedágio da ERS-115, em Três Coroas, tem agora uma pista exclusiva para cobrança automática

Condutores de veículos que passam pelo pedágio da estrada ERS-115, em Três Coroas (Vale do Paranhana), já podem pagar a tarifa de forma mais ágil. Isso porque a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), vinculada à Secretaria Estadual de Logística e Transportes (Selt), habilitou o sistema de cobrança automática em uma pista exclusiva, nos dois sentidos da rodovia.

A tecnologia utiliza um chip, instalado no veículo e que é detectado por sensores assim que o veículo se aproxima da cabine. Com isso, o pagamento é feito automaticamente pelo cartão de crédito ou via débito em conta bancária, conforme a opção contratada diretamente com as empresas que fornecem o serviço – a lista pode ser conferida no egr.rs.gov.br.

“O uso dessa tecnologia em outras praças de pedágio tem se mostrado eficiente, pois evita filas e desobriga o motorista de parar na cabine para seguir viagem”, salienta o diretor-presidente da EGR, Marcelo Gazen. “Por se tratar de uma rodovia importante, que liga o Vale do Sinos à região das Hortênsias, são imprescindíveis medidas para agilizar o tráfego e proporcionar conforto a quem transita pela ERS-115.”

Irregularidades

Há duas semanas, a EGR começou um projeto-piloto que utiliza a tecnologia de leitura de placas para ampliar a precisão na cobrança de pedágio nas rodovias estaduais. O objetivo é identificar os motoristas que usam de forma indevida a isenção de tarifas.

Em um primeiro momento, os técnicos fazem um pente-fino na lista de veículos com passe-livre, retirando os que não correspondem ao perfil exigido. Depois é realizado um recadastramento para atualização de dados. Essa etapa deve ser concluída até o fim de junho.

(Marcello Campos)