Pai e dois filhos são presos por contrabando de agrotóxicos em Alegrete, na Fronteira do RS

O veículo, as armas, munições e os agrotóxicos foram apreendidos

Foto: PRF/Divulgação

O veículo, as armas, munições e os agrotóxicos foram apreendidos. (Foto: PRF/Divulgação)

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) prendeu, na segunda-feira (08), três contrabandistas na BR-290, em Alegrete, na Região da Fronteira Oeste do Estado. Os criminosos transportavam agrotóxicos e estavam armados com uma espingarda e uma pistola.

As prisões ocorreram durante policiamento ostensivo na rodovia. Os policiais rodoviários federais abordaram uma picape Amarok preta, com placas de Santa Catarina, com um condutor e dois passageiros.

De acordo com a autarquia, os contrabandistas apresentaram muito nervosismo e relataram informações desencontradas ao serem fiscalizados. Além de uma espingarda e uma pistola, foram encontrados com os criminosos mais de 300 munições de diversos calibres e 80 quilos de agrotóxicos, equivalentes a cerca de 200 mil reais no Brasil.

Os contrabandistas, um de 76 anos, de Tapera, seu filho de 31, de Espumoso, e outro de 32 anos, de Soledade, alegaram estar a passeio próximos à região da fronteira com o Uruguai, e aproveitaram para comprar agrotóxicos no país vizinho. A pistola era de origem irregular; a espingarda era regular, mas apenas para ser mantida em residência.

Voltar Todas de Polícia