Operação Covid em Novo Hamburgo dispersa quase 250 pessoas em aglomerações na noite de sábado

A noite de sábado (27) seguiu com operações de fiscalização contra eventos e festas clandestinas e aglomerações em Novo Hamburgo, fazendo cumprir o decreto estadual de cogestão do sistema de Distanciamento Controlado do governo do Estado. Operação conjunta da Guarda Municipal, Brigada Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros agiu sobre 19 denúncias, dispersando e orientando um total de 243 pessoas.

O local de maior público foi uma festa em residência com mais de 80 pessoas. Entre as medidas aplicadas estão verificação de documentação, orientação, dispersão e fechamentos dos locais. A operação deste sábado contou com um total de seis viaturas e 11 agentes, agindo sobre 19 denúncias (uma em igreja, uma em boate, três em bares, sete residências e sete vias públicas).

A operação começou já na noite de sexta-feira, quando foram dispersadas 166 pessoas que estavam aglomeradas em 14 locais fiscalizados (quatro bares, seis residências e quatro locais em vias públicas). As fiscalizações fazem cumprir o decreto de cogestão da Região 07, que prevê a adoção de protocolos de bandeira vermelha na bandeira preta, mas mantém as restrições das atividades das 20 horas às 5 horas do dia seguinte.

O coordenador da Central de Fiscalização e secretário municipal de Meio Ambiente, Ráfaga Fontoura, pede empatia e responsabilidade individual por parte da população. A maioria das pessoas aglomeradas são jovens.

“Este é o pior momento da pandemia, e estamos verificando aumento de casos graves entre jovens. Se isso não os preocupa, eles precisam ter pelo menos consideração com os mais velhos. Nossos hospitais ainda estão lotados e muitos seguem morrendo por causa do vírus”, reforça.

Para fazer denúncias do descumprimento das regras da bandeira preta, você pode abrir um protocolo junto a Prefeitura, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, através do telefone 51 3097.9400. Nos outros horários você pode ligar para a Guarda Municipal através do telefone 51 3524-8737.