O Rio Grande do Sul deve chegar nesta semana a 21 mil mortes por coronavírus. Testes positivos passam de 860 mil

Publicado neste domingo (4), o mais recente boletim da Secretaria Estadual da Saúde (SES) acrescentou 895 testes positivos e 63 mortes por coronavírus no Rio Grande do Sul. A atualização elevou para 860.136 os infectados desde o começo da pandemia, dos quais 20.449 faleceram – pelo ritmo atual, o contingente gaúcho de vítimas deve chegar a 21 mil ainda nesta semana.

Já os recuperados da doença no Estado totalizam 824.026 (96%), ao passo que 18.005 indivíduos têm a sua situação sob acompanhamento pelas autoridades de saúde – esse segundo grupo abrange desde os assintomáticos em quarentena domiciliar até os pacientes em estado grave nas unidades de terapia intensiva de hospitais.

Ainda sobre os óbitos por coronavírus, a média nos últimos sete dias é de 240 a cada 24 horas. Na véspera, esse indicador era de 268 óbitos, queda que pode ser atribuída à provável subnotificação de dados em feriados e fins de semana – a tendência é de que na próxima segunda ou terça-feira a estatística volte a apresentar números mais elevados.

No final da noite deste domingo, as unidades de terapia intensiva (UTIs) do Rio Grande do Sul apresentavam uma taxa geral de ocupação de 96,5%, com 3.269 pacientes internados em 3.387 leitos.

Já no que se refere à vacinação em andamento, ao menos 1,26 milhão de habitantes do Estado receberam a primeira dose (Coronavac ou Oxford) e mais de 311 mil foram contemplados pela segunda aplicação. Esses contingentes correspondem, respectivamente, a cerca de 25% e 6% da população gaúcha.

Perdas humanas

O predomínio de idosos entre os falecimentos pela doença continua inalterado em quase 13 meses de pandemia, mas o espectro etário é amplo. Desta vez, a vítima mais jovem é uma mulher de 20 anos que residia em Coronel Bicaco (Região Noroeste) e a mais velha é uma idosa de 96 anos, moradora de Alegrete (Sudoeste gaúcho). Confira a lista:

– Alegrete (mulher, 65);
– Alegrete (homem, 69);
– Alegrete (mulher, 37);
– Alegrete (mulher, 76);
– Alegrete (mulher, 64);
– Alegrete (homem, 62);
– Alegrete (homem, 73);
– Alegrete (mulher, 79);
– Alegrete (homem, 63);
– Alegrete (homem, 74);
– Alegrete (mulher, 67);
– Alegrete (mulher, 96);
– Alegrete (mulher, 37);
– Alegrete (mulher, 73);
– Arroio Grande (homem, 89);
– Arroio Grande (homem, 74);
– Butiá (mulher, 72);
– Canela (homem, 56);
– Caxias do Sul (homem, 66);
– Cerrito (homem, 78);
– Cerrito (homem, 65);
– Coronel Bicaco (mulher, 20);
– Estrela (homem, 69);
– Flores da Cunha (mulher, 77);
– Garibaldi (mulher, 88);
– Ibirubá (mulher, 58);
– Ijuí (homem, 68);
– Ijuí (homem, 67);
– Ijuí (homem, 51);
– Ijuí (homem, 78);
– Ijuí (mulher, 84);
– Palmeira das Missões (homem, 55);
– Parobé (mulher, 64);
– Parobé (homem, 33);
– Pelotas (mulher, 43);
– Pelotas (mulher, 72);
– Pelotas (mulher, 63);
– Pinheirinho do Vale (mulher, 61);
– Porto Alegre (homem, 79);
– Porto Alegre (homem, 81);
– Porto Alegre (mulher, 85);
– Porto Alegre (homem, 77);
– Porto Alegre (mulher, 47);
– Porto Alegre (homem, 35);
– Porto Alegre (homem, 64);
– Porto Alegre (homem, 72);
– Porto Alegre (mulher, 60);
– Porto Alegre (mulher, 76);
– Porto Alegre (mulher, 74);
– Porto Xavier (homem, 44);
– Quinze de Novembro (homem, 74);
– Rio Grande (mulher, 58);
– Santa Maria do Herval (mulher, 36);
– São Lourenço do Sul (homem, 69);
– Sapiranga (homem, 46);
– Sapiranga (homem, 81);
– Sapiranga (mulher, 34);
– Sapiranga (homem, 28);
– Sapiranga (mulher, 59);
– Sapiranga (mulher, 57);
– Três Passos (mulher, 72);
– Uruguaiana (mulher, 73);
– Vitória das Missões (mulher, 60).

(Marcello Campos)