O corpo de um salva-vidas desaparecido no mar em Cidreira é encontrado em Tramandaí

Menos de 24 horas após desaparecer no mar em Cidreira (Litoral Norte), o pescador e salva-vidas civil Lucimar Luís da Silva teve o seu corpo encontrado por volta das 7h desta terça-feira (13) na praia vizinha de Nova Tramandaí. Ele tinha 42 anos (completados no dia 23 de março) e também praticava surfe na região. A principal hipótese para a causa da morte é a de afogamento.

Morador de Cidreira, Lucimar havia sido visto com vida pela última vez no começo da manhã de segunda-feira,  quando recolocava uma boia que desprendida de uma rede de pesca por causa da água agitada nas imediações da guarita 178 (bairro Nazaré). Ele teria sido arrastado pelo equipamento, sem conseguir retornar à superfície.

O seu desaparecimento, no entanto, só foi notado por volta do meio-dia, quando a família estranhou a ausência do homem em casa no horário do almoço. Uma guarnição local do Corpo de Bombeiros foi acionada a deu início a buscas que prosseguiram até a noite, com apoio logístico de uma helicóptero de Polícia Civil, sem êxito.

Coube a moradores de Tramandaí a localização casual do corpo, boiando na água próximo à areia e enrolado a cabo e boia de rede, aspecto que reforça a tese sobre a circunstância e a causa do óbito, que está sendo investigado pela Polícia Civil.

De acordo com o Comando dos Bombeiros do município, Lucimar era ótimo nadador e de ampla experiência como salva-vidas, trabalho que exercia de forma temporária há quase 15 anos – chegou a desempenhar a função em praias de Portugal. Era, também, figura admirada na comunidade onde vivia.

O velório começa às 8h desta quarta-feira na Capela São José do Caravaggio, em Osório. Já o sepultamento está marcado para as 10h, no Cemitério Nossa Senhora da Conceição, na mesma cidade do Litoral Norte.

Nota de pesar

Nas redes sociais, o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBM-RS) se manifestou sobre o incidente, lamentando a perda de seu colaborador regular:

“É com profunda tristeza que recebemos a notícia do falecimento do guarda-vidas civil Lucimar Luis da Silva, ocorrido nesta segunda- feira (12) no mar em Cidreira. Ele tinha 42 anos e desde 2005 atuava como no litoral do Estado durante a temporada de verão. Também teve participações em Portugal como ‘nadador-salvador’, sempre levando o Rio Grande do Sul no peito, o carinho pela atividade e o amor por Cidreira”, ressalta o texto.

“Agradecemos por sua honrada trajetória no período em que esteve atuando no CBM-RS. À família do Lucimar, o nosso profundo sentimento de pesar, desejando que Deus possa confortar os corações e fortalecer o espírito nesse momento tão difícil”, finaliza a mensagem, assinada pelo comandante-geral da corporação, César Eduardo Bonfanti.

No Facebook, dezenas de amigos e outros internautas também prestaram homenagem ao bombeiro, pescador e surfista. “O mar o fez repousar em suas águas, local que era onde ele se sentia feliz. Cumpriu a sua missão com maestria. Descansa em paz, nobre guerreiro”, postou um conhecido.

(Marcello Campos)