Não haverá retorno às aulas presenciais em Canoas, diz prefeitura

A volta às aulas na Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental em Canoas, na Região Metropolitana de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, continua suspensa. A prefeitura do município lembra que “há uma decisão judicial vigente, que veda a abertura de escolas durante a bandeira preta, mesmo com cogestão. E decisão judicial não se discute, se cumpre.”

A prefeitura entende, ainda, que “é preciso revisar a decisão judicial ou mudar a bandeira para vermelha. Assim, alerta a comunidade sobre os riscos de abertura neste momento, diante da indefinição jurídica.”

O governo local diz que aguardará a revisão da decisão judicial, ou mudança de bandeira, para definir o cronograma de abertura progressiva das escolas.

A retomada das aulas deve ocorrer, mas com segurança e com a vacinação de todos os trabalhadores da educação, segundo a prefeitura.

“Queremos vacinar os trabalhadores da Educação Básica, professores e técnicos, para que possamos retomar as aulas da Educação Infantil e, na sequência, os anos finais do Ensino Fundamental. Vamos completar a imunização das pessoas que têm 60 anos, e, depois disso, é necessário ter os educadores como prioridade. Essa é a nossa meta. Não podemos botar a carroça na frente dos bois”, afirma o prefeito Jairo Jorge.