Municípios do interior do Rio Grande do Sul recebem mais de 80 mil doses da vacina da Pfizer

O governo do Rio Grande do Sul encaminhou, nesta segunda-feira (24), a primeira remessa da vacina da Pfizer contra o coronavírus para municípios do interior do Estado.

As doses do imunizante foram transportadas por aeronaves da Brigada Militar e da Polícia Civil. A vacina da Pfizer tem características diferenciadas de armazenamento, manuseio e aplicação, em especial quanto às variações de temperatura a que podem ser submetidas.

Nesta primeira remessa, a Secretaria Estadual da Saúde distribuiu 80.844 doses (do total de 108.264 em estoque) para 407 municípios. Além da vacina, os municípios receberam seringas e diluentes (soro fisiológico).

Um helicóptero da Polícia Civil voou até Santa Maria, levando caixas com doses da 4ª CRS (Coordenadoria Regional de Saúde), com sede no município, e da 10ª CRS, em Alegrete.

O avião King Air da Brigada Militar fez paradas em cinco cidades: Erechim, Palmeira das Missões, Santo Ângelo, Bagé e Pelotas.

Os municípios receberam as doses refrigeradas entre 2°C e 8°C. Elas podem ficar nessa temperatura por até cinco dias. Por essa limitação, a orientação do Centro Estadual de Vigilância em Saúde é de que as prefeituras realizem agendamento prévio das pessoas a serem imunizadas.

Da mesma forma, não é recomendada a estratégia de vacinação fora de Unidades Básicas de Saúde, como em drive-thrus. Nas salas de vacina, após o frasco ser retirado do refrigerador e diluído, as doses devem ser aplicadas em até seis horas.