Ministério Público denuncia dois jovens por morte de policial militar em Gravataí

O MP (Ministério Público) de Gravataí denunciou nesta terça-feira (18) dois jovens de 19 anos pelo latrocínio do policial militar Cristian da Rosa Oliveira, cometido em 17 de março no bairro Morada do Vale II, em Gravataí, na Região Metropolitana.

A promotora de Justiça Aline Baldissera também acusou a dupla por corrupção de menor. Um deles foi denunciado, ainda, por incêndio criminoso e fraude processual.

Conforme a denúncia, a dupla e um menor de idade, previamente ajustados, dirigiram-se até a vítima e anunciaram o assalto. Com a reação de Oliveira, que estava dentro de seu carro, os algozes dispararam para concretizar a subtração de bens, causando-lhe a morte. Em seguida, fugiram levando a arma de fogo e as munições de Oliveira.

No dia seguinte, um deles obteve um veículo de mesma marca e modelo do utilizado no latrocínio, colocou uma placa falsa, com a mesma numeração da utilizada no crime da véspera, e o incendiou em via pública para despistar a investigação.