Governo do RS reforça monitoramento da Covid-19 em cidades na fronteira com a Argentina e o Uruguai

A Secretaria da Saúde do RS publicou, nesta quarta-feira (26), uma nota informativa sobre o monitoramento da Covid-19 em cidades na fronteira com a Argentina e o Uruguai.

As medidas visam reforçar as ações de combate à possível entrada no Estado de novas variantes do coronavírus, em especial a indiana, que já foi identificada na Argentina.

Segundo o governo gaúcho, o reforço nas ações se justifica pelo fato de que o Rio Grande do Sul é o Estado com maior número de municípios na faixa de fronteira com outros países, totalizando 13 arranjos fronteiriços, ou seja, agrupamentos de dois ou mais municípios com forte integração populacional devido à circulação de pessoas para trabalho ou estudo ou à continuidade de uma mesma área urbana.

À população, a orientação da Secretaria da Saúde é para manter os cuidados preventivos. “As variantes são novas, mas os cuidados são os mesmos”, destacou a diretora do Centro Estadual de Vigilância em Saúde, Cynthia Molina Bastos. “A frequência de diferentes cepas é proporcional à multiplicação do vírus, ou seja, quanto maior o número de casos em circulação, maior o risco de identificação de novas variantes”, explicou.