Em 15 meses de pandemia, o coronavírus já custou as vidas de 29.218 gaúchos

O Rio Grande do Sul registrou 10.003 novos testes positivos e mais 136 perdas humanas por coronavírus. É o que aponta o balanço epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (9) pela Secretaria Estadual da Saúde (SES).

Com as novas ocorrências, o total de casos de covid subiu para 1.131.669 (sintomáticos ou não), faltando um dia para que se completem 15 meses do começo “oficial” da pandemia em território gaúcho, em 10 de março de 2020. Já o contingente de mortos aumentou para 29.218.

Dentre os infectados, 1.081.332 (96%) já se recuperaram da doença, que atinge os 497 municípios gaúchos. Já a taxa  média de ocupação de leitos de UTI nas regiões do Estado está em quase 89%, de acordo com o relatório desta quarta-feira.

Perdas humanas mais recentes

Alegrete – 57;
Alegrete – 85;
Alegrete – 41;
Alvorada – 72;
Alvorada – 52;
Alvorada – 40;
Alvorada – 41;
Antônio Prado – 58;
Arroio Grande – 57;
Bagé – 64;
Barra Funda – 73;
Bento Gonçalves – 48;
Bento Gonçalves – 83;
Bento Gonçalves – 44;
Braga – 65;
Caçapava do Sul – 53;
Cachoeira do Sul – 59;
Camaquã – 60;
Canela – 69;
Canoas – 62;
Canoas – 48;
Canoas – 53;
Canoas – 49;
Canoas – 60;
Canoas – 62;
Canoas – 72;
Canoas – 55;
Capão da Canoa – 77;
Capão do Leão – 48;
Caxias do Sul – 67;
Caxias do Sul – 58;
Caxias do Sul – 77;
Cerro Largo – 39;
Chapada – 69;
Charqueadas – 50;
Cruz Alta – 82;
Cruz Alta – 63;
Dom Feliciano – 71;
Dom Pedro de Alcântara – 64;
Encruzilhada do Sul – 70;
Entre-ijuís – 55;
Estância Velha – 73;
Gravataí – 80;
Guaíba – 69;
Guaíba – 55;
Guaporé – 60;
Guaporé – 38;
Ibirubá – 91;
Ijuí – 78;
Ijuí – 52;
Ijuí – 74;
Imbé – 63;
Itaqui – 53;
Marau – 80;
Mato Leitão – 88;
Monte Belo do Sul – 51;
Novo Hamburgo – 63;
Novo Hamburgo – 83;
Novo Machado – 64;
Palmeira das Missões – 54;
Palmeira das Missões – 56;
Paraíso do Sul – 68;
Passo Fundo – 50;
Passo Fundo – 71;
Pelotas – 83;
Pelotas – 82;
Pelotas – 78;
Pelotas – 92;
Pelotas – 36;
Piratini – 74;
Piratini Masc 53;
Portão – 54;
Porto Alegre – 88;
Porto Alegre – 76;
Porto Alegre – 77;
Porto Alegre – 67;
Porto Alegre – 66;
Porto Alegre – 54;
Porto Alegre – 87;
Porto Alegre – 76;
Porto Alegre – 62;
Porto Alegre – 53;
Porto Alegre – 36;
Porto Alegre – 42;
Porto Alegre – 46;
Porto Alegre – 76;
Porto Alegre – 72;
Porto Alegre – 83;
Porto Alegre – 61;
Porto Alegre – 75;
Porto Vera Cruz – 51;
Porto Xavier – 29;
Quinze de Novembro – 83;
Restinga Seca – 51;
Rio Grande – 58;
Rio Pardo – 59;
Santa Cruz do Sul – 66;
Santa Maria – 63;
Santa Rosa – 52;
Santa Rosa – 48;
Santa Rosa – 53;
Santana do Livramento – 71;
Santo Angelo – 52;
Santo Angelo – 53;
Santo Ângelo – 52;
São João da Urtiga – 69;
São Leopoldo – 56;
São Leopoldo – 59;
São Leopoldo – 56;
São Leopoldo – 26;
São Leopoldo – 51;
São Leopoldo – 50;
São Leopoldo – 50;
São Leopoldo – 39;
São Leopoldo – 65;
São Leopoldo – 83;
São Paulo das Missões – 85;
São Pedro do Sul – 80;
São Pedro do Sul – 91;
Sapiranga – 53;
Selbach – 43;
Sentinela do Sul – 84;
Sertão – 54;
Tapejara – 55;
Tapes – 81;
Taquara – 51;
Torres – 66;
Vacaria – 53;
Vacaria – 38;
Vacaria – 77;
Vacaria – 70;
Vale do Sol – 59;
Venâncio Aires – 59;
Venâncio Aires – 77;
Viamão – 69;
Viamão – 68.

Relembre o começo da pandemia

A chegada da pandemia ao mapa gaúcho foi oficializada no dia 10 de março de 2020, por meio de uma coletiva de imprensa com o governador Eduardo Leite, (duas semanas após São Paulo anunciar o primeiro registro no Brasil.

O caso inaugural no Estado foi o de um homem de 60 anos, residente em Campo Bom (Serra) e que no dia 23 de fevereiro havia retornado de viagem à Itália – um dos epicentros da doença na época.

Enquanto a informação era divulgada, o Palácio Piratini já admitia a notificação de outros 86 casos suspeitos de contágio que permaneciam sob observação.

Uma dessas pessoas se tornaria, no dia seguinte, o caso comprovado de número 2 no Estado e a primeira na estatística de Porto Alegre: uma mulher de 54 anos e que também fizera turismo na Itália, voltando no dia 6 de março.

A primeira morte causada pela Covid seria registrada no dia 25 de março, em Porto Alegre. Ao anunciar o fato por meio de nota oficial, o então prefeito Nelson Marchezan Júnior detalhou que a vítima era uma mulher de 91 anos, internada na UTI do Hospital Moinhos de Vento.

(Marcello Campos)