Com mais de 318 mil doses, o novo lote de vacinas contra o coronavírus é o segundo maior já enviado ao Rio Grande do Sul

Em dois meses, Estado foi contemplado por sete remessas de Coronavac e duas de Oxford-Astrazeneca. (Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini)

Com 318,2 mil doses de Coronavac, o novo lote de vacinas contra o coronavírus que chegou ao Rio Grande do Sul por volta das 8h30min desta quarta-feira (17) é a segunda maior remessa já realizada ao Estado pelo Ministério da Saúde. O início do repasse das cotas proporcionais aos municípios está previsto para as próximas horas.

O público-alvo desta nova etapa foi definido à tarde, em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), com a participação de representantes da Secretaria Estadual da Saúde (SES) e do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems): idosos a partir de 73 anos, profissionais de saúde ainda não imunizados e bombeiros militares que atuam operando no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A quantidade de vacinas recebida agora é superada apenas pela primeira remessa, em 18 de janeiro – 341,8 mil unidades. Desde então, já foram 1,6 milhão de unidades, em nove lotes de Coronavac (produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria no Brasil com o Instituto Butantan-SP) e Oxford-Astrazeneca (elaborada no Pais pela Fundação Oswaldo Cruz-RJ, a Fiocruz). Ambas têm como protocolo duas aplicações, em intervalos específicos.

De acordo com o painel de vacinação atualizado diariamente pela SES, até o fim da tarde desta quarta já haviam sido aplicadas 907.120 doses em braços gaúchos (664.023 em primeira e 243.097 na segunda injeção).

Os repasses, com base em critérios de proporcionalidade, contemplam 18 Coordenadorias Regionais de Saúde, cada qual sediada em um município e que responde pelo encaminhamento às cidades abrangidas. São elas:

Porto Alegre (65 municípios), Frederico Westphalen (26 municípios), Pelotas (22 municípios), Santa Maria (32 municípios), Caxias do Sul (49 municípios), Passo Fundo (62 municípios), Bagé (6 municípios), Cachoeira do Sul (12 municípios), Cruz Alta (13 municípios), Alegrete (11 municípios), Erechim (33 municípios), Santo Ângelo (24 municípios), Santa Cruz do Sul (13 municípios), Santa Rosa (22 municípios), Palmeira das Missões (26 municípios), Lajeado (37 municípios), Ijuí (20 municípios) e Osório (23 municípios).

O superintendente do Ministério da Saúde no Rio Grande do Sul, Renato Airton Altmann, acompanha no Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, os desembarque de todas remessas de vacinas contra o coronavírus. Além dele, costumam marcar presença integrantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Eu faço a conferência dos volumes e as condições de entrega, sendo que até agora não registramos qualquer tipo de intercorrência”, ressaltou Altmann. “A organização do governo do Estado no recebimento e na distribuição das vacinas está de parabéns.”

Histórico

– 1ª remessa (18 de janeiro): 341,8 mil doses de Coronavac;

– 2ª remessa (24 de janeiro): 116 mil doses da Oxford-AstraZeneca;

– 3ª remessa (25/01/2021): 53,4 mil doses da Coronavac;

– 4ª remessa (07/02/2021): 193,2 mil doses da Coronavac;

– 5ª remessa (24/02/2021): 135 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca;

– 6ª remessa (24/02/2021): 84,2 mil doses da Coronavac;

–7ª remessa (03/03/2021): 174 mil doses da Coronavac;

– 8ª remessa (09/03/2021): 187,8 mil doses da Coronavac;

– 9ª remessa (17/03/2021): 318,2 mil doses da Coronavac.

(Marcello Campos)

Voltar
Todas de Rio Grande do Sul