Com apoio do Exército, a Secretaria da Saúde envia um novo lote de medicamentos do “kit-intubação” para hospitais gaúchos

Com apoio do Exército, o governo gaúcho deve distribuir a hospitais gaúchos nesta semana o novo lote de “kits-intubação” enviado pelo Ministério da Saúde no último sábado (18), a partir de doação da empresa Vale S.A. São quase 124 mil ampolas de Fentanila, Propofol, Midazolam e Besilato de Cisatracúrio, que estão no 3º Batalhão de Suprimento, em Nova Santa Rita (Região Metropolitana).

O rateio dos medicamentos está sendo realizado pelo Departamento de Gestão da Atenção Especializada da SES, a partir de estoques e consumo informados pelos próprios hospitais em levantamento semanal da secretaria.

“Além do doação vinda por intermédio do Ministério da Saúde, iremos distribuir 150 ampolas de Etomidato, um anestésico do kit intubação comprado pelo Estado”, explicou o diretor do Departamento de Assistência Farmacêutica da Secretaria Estadual da Saúde (SES), Roberto Eduardo Schneiders.

“Estamos fazendo os cálculos para uma distribuição justa entre os hospitais. Os estoques estão críticos em diversas instituições, e iremos distribuir para aquelas que estão em situação mais delicada”, diz a diretora do Departamento de Gestão da Atenção Especializada da SES, Lisiane Fagundes.

Apesar de a aquisição dos medicamentos do chamado kit intubação ser de responsabilidade dos hospitais, a SES, em função do agravamento da pandemia, já comprou itens no mercado nacional para distribuir aos hospitais. Em 2020, foram distribuídos cerca de 150 mil frascos de medicamentos e, em 2021, cerca de 230 mil frascos em 11 remessas, entre aquisições do ministério e do Estado. O Exército fez as entregas em hospitais da capital e do interior.

“Essa remessa do Ministério da Saúde representa um alívio, porque os hospitais não estão conseguindo comprar os medicamentos, e o Estado segue mobilizado também. Já fizemos um pregão eletrônico e iremos comprar mais sete itens na próxima semana”, frisou a secretária Arita Bergmann. Ela acrescentou:

“Temos também um processo de cooperação com a ONU para compras internacionais e há mais uma compra direta prevista. Tudo para que os pacientes tenham o tratamento adequado”.

Itens recebidos

– Fentanila, citrato 0,05 mg/ml ampola 10 ml: 1.910 unidades;

– Propofol 10 mg/ml, emulsão injetável frasco-ampola 20 ml: 22.620 unidades;

– Midazolam 10 mg/2ml solução injetável ampola 2 ml: 77.850 unidades;

– Besilato de cisatracurio 10 mg: 21.450 unidades.

(Marcello Campos)