As regiões gaúchas com bandeira preta só poderão ter aulas presenciais no dia 2 de março

Determinação vale para as instituições públicas e particulares. (Foto: EBC)

Por determinação do governo do Rio Grande do Sul, as aulas presenciais nas cidades com bandeira preta (risco altíssimo para coronavírus) só poderão ser iniciadas – ou retomadas – no dia 2 de março. O motivo é o agravamento da situação epidemiológica do Estado, que resultou na aplicação dessa cor para 11 das 21 regiões gaúchas no mapa provisório do sistema de distanciamento controlado.

E apesar de a configuração definitiva ser divulgada somente na tarde desta segunda-feira (22), com vigência a partir do dia seguinte, o Palácio Piratini recomendou que as áreas classificadas em preto realizem apenas atividades remotas até que se saiba como ficará a sua situação no “lay-out” da 42ª rodada do modelo, que valerá até o começo da semana que vem.

Confira, na sequência, as diretrizes, que valem tanto para as instituições de ensino públicas quanto para as particulares:

– A educação infantil em creches, pré-escolas, Ensino Fundamental, Médio, Técnico e Superior (incluindo graduação e pós-graduação) só podem ocorrer de forma remota;

– O ensino presencial é permitido, com restrições, atendimento individualizado e sob agendamento, apenas para atividades práticas essenciais para conclusão de curso de Ensino Médio Técnico concomitante e subsequente, Ensino Superior e pós-graduação da área da saúde (pesquisa, estágio curricular obrigatório, laboratórios e plantão);

– As mesmas regras valem para o Ensino Médio Técnico subsequente, Ensino Superior e pós-graduação (somente atividades práticas essenciais para conclusão de curso: pesquisa, estágio curricular obrigatório, laboratórios e plantão);

– Cursos de dança, música, idiomas e esportes também não têm permissão para funcionar presencialmente;

– Academias, centros de treinamento, quadras, clubes sociais e esportivos também devem permanecer fechados;

– No lazer, ficam proibidos de atuar parques temáticos, zoológicos, teatros, auditórios, casas de espetáculos e shows, circos, cinemas e bibliotecas. Demais tipos de eventos, seja em ambiente fechado ou aberto, não podem ser realizados;

– Todas as áreas comuns de lazer dos condomínios devem permanecer fechadas, incluindo academias;

– Locais públicos abertos, como parques, praças, faixa de areia e mar, devem ser utilizados somente para circulação, respeitado o distanciamento interpessoal e o uso obrigatório e correto de máscaras. É proibida a permanência nesses locais;

– Missas e serviços religiosos só podem operar sem atendimento ao público e com 25% dos trabalhadores, para captação de áudio e vídeo das celebrações.

Porto Alegre

A Secretaria do Esporte e Lazer (Sel) determina que ficam suspensas todas as atividades, a partir desta segunda-feira (22/2), no Centro Estadual de Treinamento Esportivo (Cete), localizado no bairro Menino Deus, em Porto Alegre.

O retorno de atividades somente se dará com a volta da capital à bandeira vermelha. O estabelecimento do novo procedimento para uso dos espaços do Cete é para prevenção ao contágio pela Covid-19, em razão das novas regras divulgadas pelo governo do Estado, na sexta-feira (19/2), que classificou a região de Porto Alegre em bandeira preta.

A intenção da bandeira preta do Distanciamento Controlado é instituir o alerta máximo e reforçar a necessidade de cumprimento dos protocolos e das regras sanitárias. O modelo determina que academias, centros de treinamento, quadras, clubes sociais e esportivos devem permanecer fechados.

Os novos protocolos, segundo o governo do Estado, se devem ao fato de que o RS atingiu um patamar de avanço em todos os indicadores monitorados pelo Distanciamento Controlado, ainda não visto desde o início da pandemia de coronavírus. O mapa preliminar da 42ª rodada, divulgado na sexta (19), trouxe 11 regiões em bandeira preta, que significa nível altíssimo, o mais crítico no que diz respeito à velocidade de transmissão da doença e capacidade hospitalar.

(Marcello Campos)

Voltar Todas de Rio Grande do Sul