A Expodireto Cotrijal 2021 é cancelada por precaução sanitária

O conselho e a diretoria da Cotrijal Cooperativa Agropecuária e Industrial decidiram cancelar a edição deste ano da Expodireto, que estava prevista para acontecer em um modelo híbrido (presencial e digital) de 1 a 5 de março na cidade de Não-Me-Toque. A decisão foi tomada pensando na preservação da saúde de expositores, colaboradores e visitantes – mesmo com o protocolo de saúde aprovado pelo Comitê do Governo do Estado.

Em nota oficial, a Expodireto Cotrijal diz que “levou em consideração o momento de incerteza quando ao estágio da pandemia”. Eles também anunciaram a data da edição do próximo ano, que ocorrerá entre 7 a 11 de março de 2022, no Parque de Exposições de Não-Me-Toque. A nota termina com um tom positivo, “reafirmamos nosso propósito de seguir como uma feira referência, com presença de público agregada a uma nova experiência digital em 2022”.

Histórico

A Expodireto Cotrijal é uma das maiores feiras do agronegócio internacional. Focada em tecnologia e negócios, contribui de forma decisiva para o desenvolvimento do setor como um todo. O principal objetivo é aproximar o produtor do conhecimento, das informações, da tecnologia consagrada e sacramentada nos órgãos de pesquisa ou nas empresas privadas, de ótimas oportunidades de negócios e também de importantes debates ligados ao meio rural.

Os benefícios da feira vão da informação assimilada em uma conversa informal entre o pesquisador e o produtor rural, até palestras com foco específico, passando por demonstração estática e dinâmica de produtos e serviços. Tudo está disponível para ser conhecido, avaliado e adotado. A ampla programação encurta caminhos entre as fontes geradoras de tecnologia e o produtor rural.

Realizada desde o ano 2000, a Expodireto Cotrijal atrai visitantes de mais de 70 países. São 250 mil pessoas que passam pelo parque em cinco dias, ávidas por ver o que os cerca de 500 expositores oferecem, nas áreas de máquinas e equipamentos agrícolas, produção vegetal, produção animal, agricultura familiar, meio ambiente, pesquisa e serviços voltados ao campo.

A presença de instituições financeiras possibilita o acesso dos produtores rurais a linhas de crédito de órgãos oficiais ou empresas privadas. Dessa forma, em um mesmo espaço, o produtor rural tem condições de conhecer, avaliar e adotar avanços que o auxiliem no aumento da produtividade, na solução de problemas específicos e na viabilização da atividade.