Proprietários rurais apostam na retomada do turismo rural


Pandemia da Covid-19 teve grande impacto no turismo rural. Após avanço da vacinação, lugares retomam atividade e movimentam setor. Retomada do turismo rural traz esperança aos produtores
TV TEM/Reprodução
A pandemia da Covid-19 teve um impacto forte no turismo. Na área rural, os prejuízos também foram grandes. Mas, conforme a vacinação cresce e a esperança volta, o setor se anima. Em muitos lugares, o resultado da retomada já está sendo sentido.
Um passeio no campo que oferece a oportunidade de colher morango fresquinho faz o maior sucesso em um sítio no município de Urânia (SP). Lá, os visitantes têm a liberdade de escolher os morangos que preferirem.
“Eu já vim várias vezes aqui, é um passeio que vale a pena. A gente vem com segurança, máscara, todos os protocolos sanitários, vale a pena vir aqui e desfrutar dessa beleza que é o morango”, conta a dentista Sueli Aparecida Natalin Chaparin.
Assim que chega ao local, o turista recebe uma cestinha e orientações para colher da forma correta. Cada um pode pegar a quantidade que quiser dos 80 mil pés. O pessoal da região adora, mas há também quem vem de longe para saborear o morango.
“Vale a pena demais, todos os anos nós estamos aqui, somos de Aparecida do Taboado, no Mato Grosso do Sul, duas horas de viagem. Essa maravilha aqui, a gente faz bolo, doce. Então, a gente vem pra aproveitar a safra”, comenta a aposentada Marisa Nalini.
Terminada a colheita, o visitante traz a cesta para uma das mesas que ficam nas sombras das árvores. Lá, os morangos são passados para uma embalagem plástica e partem para última etapa, que é a pesagem. O quilo do morango é vendido a R$ 40,00.
Depois de um ano bem difícil nos negócios, como foi 2020, por conta da pandemia. Agora, o seu Hideraldo conta que o sentimento é de confiança. Com o avanço da vacinação, o produtor tem percebido que os visitantes estão se sentindo mais seguros. Com isso, o número de pessoas que passam pelo lugar está aumentando.
Retomada do turismo rural traz esperança aos produtores
E não é só o morango que vem chamando a atenção. Em outro sítio, a fruta em destaque é a uva. O local faz parte do turismo rural há cinco anos e recebe, em média, mil pessoas por fim de semana. Para o produtor, o retorno do público é um grande alívio.
São seis variedades de uvas no sítio, metade com sementes e a outra sem. A de cor verde, é a centennial, uma das que têm sementes. Por conta da doçura, a preferida dos visitantes é a vitória, uma espécie escura e sem sementes. O produtor Weber Boraschi tem 1,5 mil pés da fruta destinados ao turismo rural, o quilo é vendido a R$ 10,00.
Mas opções para receber os visitantes na zona rural vão além das frutas. Tem também orquídeas, rosas do deserto e bastante artesanato. Em outro sítio, há esculturas de animais. As peças são feitas de cimento ou com fibra de vidro, e os preços variam de acordo com o tamanho e material.
A volta à normalidade ainda está longe, mas estes simples passeios já representam muito para quem quer curtir um pouco das atrações do campo e para os produtores que dependem do turismo para garantir renda em sua propriedade.
Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes sociais
VÍDEOS: veja as reportagens do programa
Confira as últimas notícias do Nosso Campo