Principais desafios do empreendedorismo feminino no Brasil

Márcio Alaor de Araújo
Márcio Alaor de Araújo

Empreender é desafiador para qualquer indivíduo que escolhe percorrer esse caminho. Contudo, para mulheres que empreendem, essa realidade pode conter ainda mais obstáculos. O especialista financeiro Marcio Alaor de Araújo comenta que a disparidade é maior pois, além das dificuldades com gerenciamento e controle do negócio, existem aspectos sociais e sexistas que influenciam fortemente no cotidiano das empreendedoras. 

Apesar da luta feminina por espaço no mercado de trabalho, e em outros setores, a partir do século XX, o direito por poderem planejar e construir uma carreira profissional foi conquistado com maior eficácia agora, no século XXI. Nesse aspecto, Marcio Alaor de Araújo esclarece que o empreendedorismo feminino, apesar de crescente, enfrenta ainda pautas sociais e desafios que vão além da disputa e vivência ocasional do mercado.

O primeiro aspecto que distingue esse empreendedorismo é a múltipla jornada. O empresário Marcio Alaor de Araújo comenta que, mesmo com anos de modificações sociais, ainda hoje as mulheres são responsáveis pelos cuidados domésticos. Isso significa que, além de muitas administrarem o próprio negócio, ainda são responsáveis pelas tarefas do lar, bem como o cuidado com filhos. Essa jornada dupla, muitas vezes tripla quando ainda buscam estudar, é repleta de malefícios como sobrecarga física e psicológica para a mulher. 

Outro cenário desafiador no empreendedorismo é a falta de incentivo. Marcio Alaor de Araújo esclarece que as mulheres, muitas vezes, não possuem apoio até mesmo de familiares. Muitas são as já bem-sucedidas que relatam terem passado por momentos desafiadores no início por falta de apoio e incentivo.

Marcio Alaor de Araújo ressalta ainda que a falta de crédito, por sua vez, é uma problemática para todo o empreendedor, mas para a mulher pode ser ainda mais desafiador. Isso porque muitos credores, por questões sexistas, trabalham com linhas de créditos menores e com taxas de juros mais altas quando se trata do empreendedorismo feminino. 

Por fim, o sexismo é – dentre todos – o maior desafio para a mulher, independente do ambiente em que se encontre. A realidade da mulher no universo profissional e empreendedor é distinta da do homem. Marcio Alaor de Araújo ressalta que a descrença e diminuição de credibilidade da mulher na administração da empresa, bem como a dúvida da capacidade de trabalho feminina reforça ainda um dos grandes problemas da luta das mulheres: a diminuição de seus atributos, comparando-os com os dos homens.

Seja no trabalho ou em outros cenários, a diminuição do papel da mulher em áreas da sociedade, que não a doméstica ainda, é latente. Por isso, o empresário Marcio Alaor de Araújo reforça ainda que, apoiar o empreendedorismo feminino é apoiar a evolução e mudança dos pensamentos sociais. Para ele, a mulher merece seu espaço no mercado profissional, e sua luta deve ser abraçada e não menosprezada. 

Artigo anteriorVantagens de se aprender um novo idioma ainda na infância
Próximo artigoAnálise técnica e análise fundamentalista: saiba as diferenças

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui