Para que serve um aerador e um decantador de vinhos?

O consumo de vinhos tem se tornado cada vez mais especial a fim de obter todas as propriedades da bebida, afirma Marco Antonio Carbonari, especialista em vinhos e dono de uma renomada vinícola em São Paulo, a Villa Santa Maria, localizada em São Bento do Sapucaí.

Para isso, existem diferentes instrumentos para que se possa aprimorar a degustação e apreciação do vinho, mas para que servem? Por que usá-los? Como atuam? Como diferenciam a bebida? É o que você irá conferir agora neste artigo escrito com o auxílio do empresário especialista.

Trataremos especificamente do aerador e do decantador. Ambos são responsáveis por trazer ainda mais sabor e qualidade aos vinhos. Exaltando o potencial da bebida, são responsáveis por influenciar no aroma do vinho, na degustação do sabor e trazem equilíbrio à bebida, salienta Marco Antonio Carbonari.

O aerador é nada mais nada menos que uma espécie de dispenser da garrafa de vinho. É colocado no bocal da garrafa, sendo assim, o líquido antes de mergulhar no copo diretamente, perpassa pelo aerador. Esse processo permite que ocorra uma maior oxigenação do vinho, exalando, dessa forma, seu aroma e despertando seus sabores.

Já o decanter é um utensílio na forma de uma garrafa com um fundo largo, ressalta Marco Antonio Carbonari. Nela, é colocada a bebida e o objetivo é o mesmo: aerar o vinho para que se possa extrair o máximo de aroma e qualidade do vinho. Contudo para os vinhos mais velhos, o objetivo principal é a filtragem dos sedimentos. Vinhos muito antigos podem formar sedimentos, dessa forma, aconselha -se, após um ou dois dias com a garrafa de vinho guardada em ambiente seco e posição vertical, despejar suavemente o vinho no decanter para que os sedimentos permaneçam dentro da garrafa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui