Lupo, fabricante de meias e roupas íntimas, pede registro para IPO

Empresa busca recursos para investir em tecnologia, distribuição e aquisições de negócios. A fabricante de meias e de roupa íntima Lupo pediu autorização para uma oferta inicial de ações (IPO), em busca de recursos para investir em tecnologia, distribuição e aquisições de negócios, segundo registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quarta-feira (18).
Criada há um século como Fábrica de Meias Araraquara para produção de meias masculinas, a Lupo foi gradualmente expandindo a prateleira para incluir meias femininas, roupa íntima, artigos esportivos e, no ano passado, máscaras de proteção, diante da pandemia da Covid-19.
A empresa afirma no prospecto preliminar da oferta que tem uma rede 39 mil pontos de vendas, 202 lojas de varejo e 481 franquias no país. Além disso, exporta para 23 países e fabrica produtos para outras marcas, como Nike e Adidas.
A oferta será coordenada por Itaú BBA, XP, Bank of America, BTG Pactual.

Artigo anteriorBispo de Rio Preto renuncia depois de vazamento de vídeo íntimo
Próximo artigoFux diz em sessão do STF que diálogo entre poderes nunca foi interrompido