Lucro da Caixa mais que dobra no 2º trimestre e atinge R$ 6,3 bilhões


Resultado representa um crescimento de 144,7% frente ao mesmo período do ano passado. Caixa Econômica Federal fachada logo
Caixa Econômica Federal/Divulgação
A Caixa Econômica Federal divulgou nesta quinta-feira (19) que registrou um lucro líquido de R$ 6,3 bilhões no segundo trimestre, valor que representa um salto de 144,7% frente ao mesmo período do ano passado (R$ 2,6 bilhões).
Segundo o banco, foi o “maior lucro no segundo trimestre de toda série histórica do banco”.
No semestre, o lucro líquido atingiu R$ 10,8 bilhões, aumento de 93,4% na comparação com 2020 e o maior para um primeiro semestre já registrado pela Caixa.
Entre os destaques do período entre abril e junho, a Caixa destacou em seu balanço o IPO da Caixa Seguridade com volume financeiro de R$ 5 bilhões e a venda da participação total que tinha no Banco PAN, com lucro líquido de R$ 2 bilhões.
A margem financeira alcançou R$ 11,1 bilhões, aumento de 19,7% se comparado ao 2º trimestre do ano passado, impulsionada pelo aumento de 8,2% nas receitas com operações de crédito e da redução de 10% nas despesas de recursos de clientes.
O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE), o principal indicador da lucratividade dos bancos, subiu para 19,01%, ante 16,33% no final de março.
O banco informou ainda que o aplicativo Caixa Tem atingiu o recorde de mais de 107 milhões de contas poupanças sociais digitais abertas até o final de junho.
Já as Loterias Caixa arrecadaram R$ 3,8 bilhões no 2º trimestre, valor, 33,9% maior que o apurado no período de abril a junho de 2020.
Carteira de crédito
No 2º trimestre, foram concedidos R$ 100,7 bilhões em crédito. A carteira de crédito total do banco fechou junho em R$ 816,3 bilhões, com crescimento de 13,4% na comparação interanual.
“O aumento de saldo foi influenciado pelos crescimentos em 12 meses de 61,1% em crédito comercial pessoa jurídica direcionado, principalmente, para micro e pequenas empresas; 45,7% em agronegócio; 17,5% em crédito consignado e 9,2% em habitação”, informou a Caixa.
O banco mantém a liderança no segmento de financiamento imobiliário, com 67,3% de participação no mercado. Segundo a Caixa, no 2º trimestre a contratação de crédito com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) cresceu 98,9% na comparação anual, totalizando R$ 21,1 bilhões.
Maior que o do Bradesco e do Banco do Brasil
O lucro da Caixa superou o do Bradesco e o do Banco do Brasil no trimestre, ficando apenas atrás do registrado pelo Itaú, que reportou um lucro líquido contábil de R$ 7,56 bilhões no segundo trimestre.
Lucro trimestral dos grandes bancos é o maior da história

Artigo anteriorEmprego: confira as 535 vagas ofertadas através da Agência do Trabalho em 22 municípios de Pernambuco nesta quinta-feira
Próximo artigoCiee oferece nove oportunidades para estudantes do Alto Tietê nesta quinta; veja lista