Expointer: Secretaria da Saúde distribui porta-máscaras aos visitantes

Para circular no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, é obrigatório o uso de máscara. A proteção só pode ser retirada durante as refeições, e para não deixá-las em cima da mesa, a Secretaria da Saúde (SES) produziu e está distribuindo ao público, 10 mil porta-máscaras.

Uso do acessório evita que máscara contamine mãos, roupas ou mesa durante a alimentação. (Foto: Divulgação/ SES)

A ação tem como objetivo proteger o acessório durante a alimentação. De montagem simples, o item é composto de uma folha impressa com indicações de pontos de dobra e recorte, deixando a máscara sem contato com as mãos, roupas ou mesa.

“A refeição é quando a pessoa vai ter que tirar a máscara e, deixando em cima de mesa ou no bolso, pode contaminá-la”, explicou a residente em saúde do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Natália Pasqualin. “Por isso, é importante ter um local seguro para poder guardar e não deixar a máscara contaminar a mesa e nem o contrário”, completou.

A entrega começou na manhã desta terça (7) em restaurantes e bares do parque. Proprietários dos comércios e público tiveram uma boa recepção. “É uma boa ideia, pois vimos muitos clientes que tiravam a máscara, a deixavam sob a mesa e depois colocavam de volta”, comentou o comerciante de um bar na área do Boulevard, Jean Machado.

Além de entregar pessoalmente para clientes de alguns restaurantes, a equipe da SES deixou os porta-máscaras em estabelecimentos para que o material fosse distribuído nos próximos dias. Interessados também podem retirar o item no espaço da Secretaria da Saúde no Pavilhão Internacional. “É uma solução simples e prática que nos ajuda, no cotidiano, a cuidar da nossa saúde”, disse a diretora do Cevs, Cynthia Molina Bastos.