Em meio à estiagem, Cascavel abre licitação para contratar empresas de poços artesianos


Segundo a prefeitura, licitação prevê perfuração de até 15 poços artesianos em comunidades rurais prejudicadas pela escassez de água; investimento será de R$ 2,4 milhões. Prefeitura de Cascavel abre licitação para contratar empresas de poços artesianos
Por causa da estiagem, a Prefeitura de Cascavel publicou, na terça-feira (31), um processo de licitação para a contratação de empresas de poços artesianos.
Conforme a prefeitura, a medida deve ajudar, principalmente, moradores da área rural, que estão com escassez de água para beber e para tratar as criações.
Sanepar reabre registro do Lago de Cascavel para ajudar no abastecimento de água
Governo do Paraná decreta situação de emergência hídrica
De acordo com a licitação, o investimento de R$ 2,4 milhões será aplicado na perfuração e instalação de 10 a 15 poços artesianos.
No dia 26 de agosto o município decretou situação de emergência por causa da crise hídrica na cidade.
Estiagem tem causado escassez de água nas comunidades rurais, em Cascavel
Sidney Trindade/RPC
Segundo a prefeitura, o processo licitatório está previsto para ocorrer em 16 de setembro.
A empresa contratada, conforme o município, deve começar os trabalhos pelas comunidades que mais precisam, até o fim de setembro.
A Secretaria Municipal de Agricultura informou que o município tem agilizado ao máximo os processos burocráticos para a criação dos poços.
Enquanto as instalações não ocorrem, a prefeitura disse estar auxiliando o abastecimento de água dos produtores com caminhões-pipa.
Medidas
Conforme o secretário de Agricultura, Renato Segala, no fim de 2020 foram criados nove poços artesianos em Cascavel, em parceria com a prefeitura, o Instituto Água e Terra (IAT) e Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar).
Entretanto, nenhum poço está funcionando no momento. Por isso, o município está em contato com os outros dois órgãos para finalizar o serviço e começar o bombeamento de água para os moradores do interior.
“Nós precisamos agora finalizar o processo de instalação dos equipamentos e da rede de distribuição de água”, disse.
Prefeitura de Cascavel pretende contratar empresas para instalação de poços artesianos
Sidney Trindade/RPC
Assistência
Para ajudar a população da área rural em vulnerabilidade, a prefeitura divulgou, nesta quarta-feira (1º), que comprou mais de 1,1 mil cestas básicas.
Conforme o município, a compra no valor de R$ 107,1 mil teve a dispensa de licitação por causa do decreto de situação de emergência no município.
As cestas serão distribuídas pela Secretaria Municipal de Assistência Social para as famílias do interior que tem o Cadastro Único.
Procura por poços
João Elói dos Santos Neto é empresário no ramo de poços artesianos em Cascavel. Ele disse que a procura por esse tipo de serviço aumentou 150% nos últimos tempos.
“Essa estiagem está secando minas, poços rasos, então, às vezes, a única alternativa do produtor rural ou até na cidade, nas indústrias, é fazer o poço artesiano. Então aumentou muito a procura e demanda de serviços justamente por causa dessa estiagem que já vai para dois anos.”
A empresa dele conta com mais de 30 agendamentos para a instalação de poços, por isso, os clientes têm esperado cerca de 20 a 30 dias para que a perfuração seja realizada.
VÍDEOS: Mais assistidos do G1 PR
e
Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.