Confederação argentina disse que atletas sem quarentena tinham autorização do governo brasileiro para jogar, afirmam fontes

Fontes da Anvisa informaram ao blog que a Associação Argentina de Futebol (AFA) foi comunicada que quatro jogadores argentinos teriam infringido as regras sanitárias do Brasil e, por isso, não poderiam participar da partida Brasil x Argentina deste domingo (5).
O alerta foi feito durante uma reunião realizada na tarde deste sábado (4) – portanto, um dia antes do jogo. Na reunião, também foi ressaltado que os atletas fizeram declarações falsas no formulário ao entrar no Brasil.
No entanto, disseram fontes, a associação informou que, apesar de não terem cumprido a quarentena obrigatória, os jogadores entrariam sim em campo neste domingo porque tinham obtido autorização do governo brasileiro.
Não foi informado quem do governo teria dado a suposta autorização à participação dos jogadores.
Neste domingo, agentes da Polícia Federal e da Anvisa entraram no campo Neo Química Arena, em São Paulo, para retirar os atletas argentinos Emiliano Martínez, Buendía, Cristian Romero e Giovani Lo Celso. Na sequência, a Conmebol suspendeu a partida.