Como economizar energia elétrica


Entre os vilões do consumo estão equipamentos que consomem energia para gerar calor, como chuveiro elétrico, secadora de roupas, aquecedor e ferro de passar. Conta de luz: de acordo com a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) desta terça-feira (29), a bandeira vermelha sofrerá um reajuste de 52%.
Marcos Santos/USP Imagens
A conta de luz vai pesar ainda mais no bolso do consumidor, depois que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu criar um novo patamar de bandeira tarifária para as contas de luz de todo o país.
A “bandeira tarifária escassez hídrica” vai entrar em vigor nesta quarta-feira (1º) e adicionar R$ 14,20 às faturas para cada 100 kW/h consumidos. A nova bandeira representa uma alta de 49,63% em relação à bandeira vermelha patamar 2, que até agora era a mais alta do sistema e estava em vigor nos últimos meses.
De acordo com o texto divulgado pela agência, a previsão é de que a nova bandeira permaneça em vigor até 30 de abril de 2022. Até agora, o sistema de bandeira era revisto mês a mês.
E para reduzir o impacto desse aumento, não há segredo: é preciso economizar energia elétrica (confira dicas no vídeo abaixo).
VÍDEO: como economizar na conta de luz
Entre os vilões da conta de luz estão equipamentos que consomem energia para gerar calor, como chuveiro elétrico, secadora de roupas, aquecedor e ferro de passar. Eletrodomésticos tradicionais também aumentam os gastos, principalmente geladeira, micro-ondas, freezer e lavadora de roupas.
Racionamento atrapalhou retomada da economia em 2001; saiba o que pode se repetir
Conta de luz: entenda a cobrança e para onde vai o seu dinheiro
Lâmpada incadescente, fluorescente e de led (esquerda para direita)
Reprodução/TV Anhanguera
10 estratégias para economizar energia
Adquira aparelhos elétricos eficientes
Eletrodomésticos mais antigos costumam ser menos eficientes. Se puder, substitua-os por aparelhos mais novos e com selo PROCEL de eficiência energética. Pesquise modelos e potências mais eficientes.
Evite banhos longos
Tome banhos de, no máximo, cinco minutos. Ao ficar tempo demais debaixo do chuveiro, você desperdiça água e consome energia elétrica em excesso, principalmente no inverno. Priorize também pelo modo “morno” ou “verão” em dias quentes.
Fique de olho no carregador de celular
Não deixe o carregador de celular na tomada sozinho ou depois que o aparelho estiver completamente carregado. Além de evitar acidentes domésticos, ele consome energia elétrica.
Aproveite a luz natural
Além de ser confortável para os olhos, aproveitar a luz natural do dia ajuda a reduzir o desperdício de energia. Evite acender luzes em ambientes já naturalmente iluminados, dê preferência por lugares com janelas amplas e paredes claras.
Evite o ‘modo espera’ dos aparelhos
Nunca deixe os aparelhos ligados no “modo espera”. Não há necessidade de continuar consumindo energia se você não os está utilizando. Tire o eletrodoméstico da tomada quando não estiver em uso.
Escolha lâmpadas LED
Dê sempre preferência às lâmpadas LED. Elas consomem até 80% menos que as lâmpadas convencionais,
Utilize a função “timer” das TVs
Evite dormir com a TV ligada. Utilize a função “timer” ou “sleep” para que ele desligue sozinho.
Utilize a geladeira com eficiência
Evite utilizar a parte de trás da geladeira ou do freezer para secar panos e roupas. Verifique sempre o estado da borracha de vedação e evite abrir a porta a todo momento.
Passe as roupas de uma única vez
Junte a maior quantidade possível de roupas para passar e sempre utilize a temperatura indicada para cada tipo de tecido. Deixe as roupas leves para passar com o ferro desligado.
Confira os fios de casa
Fios desencapados ou expostos podem gerar acidentes e contribuem para perda de energia. O recomendado é trocá-los com urgência.
VÍDEO: Racionamento de 2001 – Relembre momentos-chave da crise hídrica no governo FHC