Pela primeira vez em quase 90 anos de atuação, o Crea-RS tem uma mulher como presidente

Fato inédito em seus quase 87 anos de história (que serão completados em abril), o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Rio Grande do Sul (Crea-RS) tem agora uma mulher na presidência. Trata-se da engenheira ambiental Nanci Walter, 47 anos, que passou a comandar até 2023. Ela recém assumiu o cargo, após ser eleita com 1, 2 mil votos dos associados, em outubro.

Nanci começou como chefe em uma das 44 Inspetorias gaúchas do órgão, em Esteio (Região Metropolitana), cidade onde mora. Em 2015 começou a atuar como representante da Zonal Vale do Sinos (que responde por Canoas, Esteio, São Leopoldo, Novo Hamburgo e Taquara) e nos três anos seguintes foi a coordenadora das Inspetorias do Crea no Estado.

Ao comentar o seu status de pioneira do sexo feminino na cúpula do Conselho, ela ressalta: “A gente está fazendo uma quebra de paradigmas, eu acredito que seja uma confiança e que eu cultivei isso ao longo da minha trajetória profissional atuando no conselho”.

Nanci comenta, ainda, o desafio da nova missão: “Eu sempre prefiro dizer que tudo que eu encontrei foram desafios, mas não procuro enaltecer que o nosso papel não é fácil, que encontramos dificuldades ou que recebemos olhares não muito simpáticos. A gente deixa isso de lado, pede caminho e vai. Então, é com esse pensamento que acabei chegando onde eu cheguei”.

O Rio Grande do Sul, porém, não é o primeiro Estado a ter uma mulher no comando do Crea. Dos 27 Conselhos Regionais do País, elas ocupam o cargo no Acre, Alagoas, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte e Distrito Federal.

“Tomara que essa minha vitória sirva de inspiração para essa nova geração que está cursando engenharia e que vá buscar um espaço no mercado de trabalho. Assim, como aquelas que tiveram muito mais dificuldades do que eu, que se sintam representadas”, revelou Nanci.

“Queremos promover a aproximação necessária entre a presidência do Crea-RS, sociedade e profissionais, que são a razão de ser da nossa instituição”, discursou em sua posse. “Espero contar com a colaboração de todos para fazermos uma gestão baseada na construção de soluções. A nossa vitória foi uma vitória da base.”

Atuação

Sediado em Porto Alegre, o Crea-RS é uma entidade autárquica de fiscalização do exercício e das atividades profissionais dotada de personalidade jurídica de direito público, constituindo um serviço público federal e vinculada ao Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea). A criação da instituição foi oficializada por uma resolução de 23 de abril de 1934.

Dentre as suas atribuições estão a fiscalização, controle, orientação e aprimoramento do exercício e das atividades profissionais diplomados em curso de nível superior, nas seguintes áreas: Agronomia, Agrimensura, Geografia, Geologia, Meteorologia e Engenharias Civil, Elétrica, Eletrônica, Eletrotécnica, Industrial, Mecânica, Têxtil, Naval, Aeronáutica, Metalúrgica, Florestal, Química, de Segurança do Trabalho e de Minas, além de Tecnólogos.

(Marcello Campos)