Parques de Aparados da Serra e da Serra Geral são concedidos à iniciativa privada

O Parque Nacional de Aparados da Serra localiza-se em Cambará do Sul

Foto: Lucio Santos/ICMBio

O Parque Nacional de Aparados da Serra localiza-se em Cambará do Sul. (Foto: Lucio Santos/ICMBio)

O Ministério do Meio Ambiente realizou nesta segunda-feira (11) o leilão de concessão à iniciativa privada dos parques nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral, localizados na divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Vencedor do certame, o grupo Construcap apresentou lance de R$ 20,5 milhões iniciais pela concessão das duas unidades. O lance mínimo previsto no edital era de R$ 718 mil.

A proposta do Construcap apresentou ágio de 2.700%. Com o leilão, o grupo ficará responsável pela revitalização, modernização, operação, manutenção e gestão dos parques e deverá oferecer serviços de apoio aos turistas, incluindo alimentação, estacionamento, segurança, entre outros. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, ao longo do contrato de 30 anos, deverão ser desembolsados R$ 260 milhões.

O Parque de Aparados da Serra, em Cambará do Sul, faz divisa, tanto ao sul quanto ao norte, com o da Serra Geral. Ambas as unidades são administradas pelo ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), autarquia vinculada ao Ministério do Meio Ambiente. Juntos, os parques abrangem uma área de aproximadamente 30.400 hectares.

Os dois são os primeiros parques nacionais leiloados no novo modelo de concessões da pasta. Além do Construcap, participaram do leilão os grupos Soul Parque, Parque Sul, Agro Latina, Consórcio Aparados da Serra, Parques dos Cânions e Construcap.

Voltar Todas de Rio Grande do Sul