O governo gaúcho promove nesta semana o leilão de cinco lojas e dois apartamentos

Prevista inicialmente para novembro passado, a concorrência para venda de cinco lojas e dois apartamentos que pertenciam ao Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul (Ipergs) será realizada esta quinta-feira (14). Os imóveis estão localizados em Porto Alegre, Viamão (Região Metropolitana) e Candelária (Vale do Rio Pardo).

O pregão é realizado pela Subsecretaria Central de Licitações do Estado (Celic), vinculada à Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG). Além desse lote, estão disponíveis outros 31 itens. Para saber mais detalhes sobre os processos, basta acessar o site oficial www.celic.rs.gov.br.

De acordo com o governo gaúcho, a Agenda Celic é destinada aos interessados em participar de licitações e tem por objetivo ampliar o nível de transparência pública sobre compras e alienações de bens do acervo do Executivo. Além, é claro, de reduzir despesas e encorpar o caixa do Estado.

Aeroporto

As obras de ampliação e modernização do Aeroporto Lauro Kortz, em Passo Fundo (Região Norte), seguem em ritmo avançado. Nesta segunda-feira (11), a pista de pouso e decolagem começa a ser reconstruída, com melhorias no sistema de drenagem e a implantação de faixas e áreas de segurança nas cabeceiras. Com a nova etapa de trabalho, o local ficará interditado por 120 dias.

Além das intervenções na pista, o cronograma das obras prevê reformas no pátio das aeronaves e um novo terminal de passageiros com edificações acessórias. Também será implantado um sistema de balizamento luminoso, com equipamentos para auxiliar a navegação área, permitindo operação por instrumentos.

O consórcio Traçado-Engelétrica tem até novembro para finalizar s obras. Com a ampliação, a estimativa é de que ao menos 300 mil passageiros sejam atendidos por ano até 2030, com a possibilidade de operação de aeronaves de grande porte. Oriundos de recursos da Secretaria Nacional de Aviação Civil e contrapartida do governo do Estado, o investimento total é de R$ 45 milhões.

(Marcello Campos)