Uma nova campanha do Detran gaúcho alerta sobre os comportamentos de risco no trânsito

Os riscos causados por ultrapassagens perigosas, excesso de velocidade, manuseio do celular ao volante e falta do uso do cinto de segurança motivaram o Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS) a veicular uma nova campanha de conscientização. Por meio de veiculações em TV, rádios, internet e outdoors, a iniciativa leva em conta o aumento do fluxo de veículos nas estradas durante o verão.

Trata-se de mais uma ação no âmbito do Movimento “Empatia no Trânsito”, lançado em 2019 e que busca despertar nos gaúchos o reconhecimento do trânsito como espaço de convivência harmônica. Segundo a diretora institucional da autarquia, Diza Gonzaga, a ideia é inspirar motoristas, motociclistas, ciclistas, pedestres a se reconhecerem como iguais também ao circularem nas ruas e estradas.

“Todos passamos o ano de 2020 cuidando uns dos outros por causa da pandemia”, ressalta. “Não é hora de relaxar e deixar de lado esses cuidados, com atitudes temerárias no transito que colocam em risco a vida.”

“Flagras do bem”

Uma novidade da campanha são vídeos curtos que simulam um cinegrafista amador fazendo “flagras” que levam a crer que os motoristas terão uma atitude negativa nas cenas. Contudo, o observador é surpreendido com ações positivas.

É o caso de um pai que coloca o filho na cadeirinha, um motorista que larga o celular antes de arrancar com o carro, um jovem que está bebendo e entrega a chave do carro para outra condutora e um carro “tunado” que age com gentileza para um ciclista que está passando.

A finalidade é estimular as pessoas a fazerem seus próprios “flagras do bem” e compartilhem em suas redes sociais, marcando o Detran-RS (por meio de “hashtags”, por exemplo), proporcionando assim a geração de uma corrente de “viralização” a favor e atitudes positivas para o trânsito dos gaúchos.

A campanha foi desenvolvida pela agência Global, com supervisão do próprio Departamento Estadual de Trânsito e da Secretaria Estadual de Comunicação (Secom). O filme principal e demais peças de divulgação podem ser conferidas na imprensa em geral, redes sociais e no site detran.rs.gov.br.

(Marcello Campos)