Dezembro registra recorde de doações para o Banco de Alimentos da Ceasa-RS

O mês de dezembro registrou número recorde de doações em 2020 ao Banco de Alimentos da Ceasa-RS: 202,6 toneladas de frutas, legumes, verduras e alimentos não perecíveis.

O banco distribui hortifrutigranjeiros para instituições assistenciais e famílias gaúchas carentes cadastradas no programa social Prato Para Todos. Do total de doações, feitas em sua maioria por permissionários da Ceasa-RS, 103,9 toneladas de hortifrutis foram repassadas para creches, associações comunitárias, asilos e pessoas de baixa renda.

Além de dezembro ter sido o mês com a maior quantidade arrecadada no ano passado, o volume foi 144% superior às 81,7 toneladas de hortifrutigranjeiros recebidas em dezembro de 2019. “Os números servem de alento para um ano de muitas dificuldades e são sinal de esperança para os meses que virão”, disse a coordenadora do Banco de Alimentos, Rosandrea Vargas.

A Emater/RS-Ascar, que mantém parceria técnica com a Ceasa-RS, destinou 3,58 mil quilos de alimentos não perecíveis para a campanha social desenvolvida pela companhia com o apoio da Secretaria do Trabalho e Assistência Social. Todos os meses são entregues kits com produtos da cesta básica e hortifrútis para idosos cadastrados no programa Prato Para Todos que estão em isolamento social em virtude da pandemia.

Rosandrea acredita que as festas de final de ano estimularam a solidariedade de produtores e atacadistas para ações dessa natureza, tendo, inclusive, aumentado o número de doadores. “Por isso, queremos agradecer uma vez mais aos permissionários que ajudam a manter ativo este programa de grande relevância social, que leva comida de graça para a mesa daqueles que não têm condições de comprar os alimentos”, destacou.