A pandemia já matou quase 9.300 gaúchos. Testes positivos passam de 470 mil no Estado

Divulgado nesta quinta-feira (7), o mais recente boletim epidemiológico da Secretaria Estadual da Saúde (SES) acrescentou 4.986 testes positivos de coronavírus e 67 mortes por Covid no Rio Grande do Sul. Com essa atualização, a estatística gaúcha da pandemia já abrange 470.138 casos confirmados de contágio desde março de 2020, ao passo que os óbitos chegaram a 9.293.

Cabe ressaltar que todos os 497 municípios gaúchos já tiveram habitantes infectados. O ranking é liderado por Porto Alegre, tanto em número de testes positivos (quase 72 mil) quanto em perdas humanas (1.925).

Ainda sobre o relatório desta quinta-feira, os dados apontam 446.187 recuperados (95%) até agora. No que se refere aos casos em andamento, um contingente de 14.606 (3%) indivíduos residentes do Estado estão em quarentena domiciliar ou internados em hospitais por causa do coronavírus.

Confira, a seguir, o perfil resumido de cada um dos novos casos fatais mencionados pelo informe do governo gaúcho. A lista abrange vítimas com idades entre 17 e 96 anos, embora o grupo majoritário ainda seja o de idosos, mantendo assim um aspecto verificado ao longo de dez meses de pandemia – apenas nove dos 67 novos óbitos (13,4%) não se enquadram nesse grupo populacional.

Perdas humanas

– Bento Gonçalves (homem, 82 anos);

– Canoas (mulher, 60 anos);

– Canoas (homem, 50 anos);

– Canoas (homem, 77 anos);

– Canoas (mulher, 61 anos);

– Canoas (mulher, 87 anos);

– Canoas (homem, 37 anos);

– Caxias do Sul (mulher, 90 anos);

– Caxias do Sul (homem, 84 anos);

– Caxias do Sul (mulher, 79 anos);

– Caxias do Sul (mulher, 64 anos);

– Entre-Ijuís (mulher, 79 anos);

– Esteio (homem, 78 anos);

– Garibaldi (mulher, 81 anos);

– General Câmara (mulher, 72 anos);

– Gravataí (homem, 83 anos);

– Gravataí (homem, 83 anos);

– Imbé (mulher, 65 anos);

– Minas do Leão (homem, 84 anos);

– Montenegro (mulher, 92 anos);

– Nova Prata (homem, 43 anos);

– Novo Hamburgo (homem, 55 anos);

– Novo Hamburgo (homem, 76 anos);

– Novo Hamburgo (mulher, 60 anos);

– Novo Hamburgo (mulher, 80 anos);

– Novo Hamburgo (homem, 80 anos);

– Parobé (homem, 84 anos);

– Passo Fundo (mulher, 61 anos);

– Pelotas (homem, 80 anos);

– Pelotas (homem, 75 anos);

– Pelotas (mulher, 88 anos);

– Pelotas (homem, 78 anos);

– Pinto Bandeira (mulher, 83 anos);

– Portão (homem, 69 anos);

– Porto Alegre (mulher, 84 anos);

– Porto Alegre (mulher, 61 anos);

– Porto Alegre (mulher, 96 anos);

– Porto Alegre (mulher, 17 anos);

– Porto Alegre (homem, 75 anos);

– Porto Alegre (mulher, 66 anos);

– Porto Alegre (mulher, 77 anos);

– Porto Alegre (mulher, 85 anos);

– Rio Grande (homem, 73 anos);

– Rio Pardo (homem, 71 anos);

– Roque Gonzales (homem, 70 anos);

– Roque Gonzales (homem, 67 anos);

– Salvador do Sul (homem, 78 anos);

– Sananduva (mulher, 89 anos);

– Santa Cruz do Sul (mulher, 66 anos);

– Santa Cruz do Sul (homem, 79 anos);

– Santa Cruz do Sul (homem, 78 anos);

– Santa Cruz do Sul (mulher, 65 anos);

– Santa Maria (mulher, 47 anos);

– Santa Maria (homem, 60 anos);

– Santana do Livramento (homem, 52 anos);

– São Gabriel (mulher, 91 anos);

– Sapiranga (mulher, 75 anos);

– Sapucaia do Sul (homem, 69 anos);

– Sapucaia do Sul (homem, 52 anos);

– Taquari (mulher, 86 anos);

– Taquari (homem, 93 anos);

– Teutônia (mulher, 57 anos);

– Triunfo (mulher, 74 anos);

– Vacaria (homem, 77 anos);

– Vacaria (homem, 90 anos);

– Venâncio Aires (mulher, 75 anos);

– Viamão (mulher, 67 anos).

(Marcello Campos)