Governo recebe dois pedidos para reconsiderar bandeira no mapa do distanciamento controlado no RS


Classificação preliminar aponta três regiões em bandeira vermelha. Recursos serão avaliados, e mapa definitivo passa a valer entre 27 de outubro e 2 de novembro. Mapa do distanciamento controlado no RS na 25ª semana
Governo do RS/Divulgação
O governo do Rio Grande do Sul informou, neste domingo (25) que recebeu dois pedidos de reconsideração à classificação preliminar do mapa do distanciamento controlado. Os recursos são de associações de regiões classificadas em vermelho, que pedem a bandeira laranja.
Na versão preliminar divulgada nesta sexta-feira (23), Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo estão com classificação de risco epidemiológico alto para o coronavírus. As outras 18 regiões estão em bandeira laranja, de risco médio. Bagé, Cachoeira do Sul e Palmeira das Missões apresentaram piora nos indicadores e deixaram a bandeira amarela, de risco baixo.
Os recursos serão analisados pelo Gabinete de Crise. O mapa definitivo será divulgado nesta segunda (26) e passa a valer entre 27 de outubro e 2 de novembro.
O sistema de cogestão do Distanciamento Controlado tem 18 regiões Covid que adotam protocolos alternativos às bandeiras definidas pelo governo. A penas Uruguaiana, Bagé e Guaíba não aderiram ao sistema compartilhado.
As regiões em cogestão classificadas em bandeira vermelha podem adotar regras de bandeira laranja, e as classificadas em laranja podem adotar protocolos de bandeira amarela, basta que enviem protocolos próprios adaptados à Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam).
Bandeira Vermelha
Cruz Alta
Ijuí
Santo Ângelo
Bandeira Laranja
Porto Alegre (em cogestão)
Canoas (em cogestão)
Novo Hamburgo (em cogestão)
Santa Rosa (em cogestão)
Capão da Canoa (em cogestão)
Taquara (em cogestão)
Caxias do Sul (em cogestão)
Passo Fundo (em cogestão)
Santa Maria (em cogestão)
Guaíba
Lajeado (em cogestão)
Pelotas (em cogestão)
Santa Cruz do Sul (em cogestão)
Erechim (em cogestão)
Uruguaiana
Bagé
Cachoeira do Sul (em cogestão)
Palmeira das Missões (em cogestão)