Mapa preliminar do distanciamento controlado no RS segue com três regiões em bandeira amarela


Pelotas avançou para risco epidemiológico médio e Cachoeira do Sul recuou para risco baixo. Demais regiões mantiveram classificação da semana atual. Mapa do distanciamento controlado no RS na semana 24
Governo do RS/Divulgação
A
O mapa preliminar do distanciamento controlado no Rio Grande do Sul, divulgado nesta sexta-feira (16), segue com três regiões em bandeira amarela e o restante, em laranja, como na versão atual.
As únicas mudanças foram o avanço de Pelotas para risco epidemiológico médio e o recuo de Cachoeira do Sul para risco baixo. As demais 19 regiões mantiveram a classificação da versão atual do mapa.
O governo do RS recebe os pedidos de reconsideração até as 6h de domingo (18) e divulga a versão definitiva na segunda-feira (19). Com isso, o mapa passa a valer de 20 a 26 de outubro.
Mais da metade do estado sem mortes
Há duas semanas consecutivas, mais da metade dos municípios do RS está sem registro de óbito ou hospitalização de moradores nos 14 dias anteriores à apuração dos dados do distanciamento controlado.
Nesta semana, 70 cidades (7% do estado) estão sob bandeira amarela. Ou seja, os 745,9 mil moradores desses municípios podem adotar medidas brandas em relação ao coronavírus.
Já 427 cidades (93% do RS) estão em bandeira laranja. Os 10,5 milhões moradores desses municípios devem adotar medidas relativas à classificação média, exceto naquelas regiões que já estão em cogestão e têm plano regional com medidas específicas equivalente à bandeira amarela.
Sobe número de internados em Pelotas
O indicador que mais pesou para a mudança na classificação da região de Pelotas é o aumento de 114% em novas hospitalizações por Covid-19, passando de 21 para 45 em uma semana. Houve, ainda, agravamento de 16,6% no indicador que mede os casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em leitos de UTI, passando de 36 para 42 internados na comparação de uma quinta-feira para outra.
Já Cachoeira do Sul passa para a bandeira amarela principalmente devido à melhora nos indicadores que medem a ocupação de leitos de UTI. No último monitoramento, a região tinha um paciente com SRAG que precisava tratamento intensivo, sendo que, na semana anterior, eram três casos. Com isso, a região ampliou de oito para 11 o total de leitos de UTI livres.
No entanto, em relação ao registro geral do estado, houve um aumento de 24% nos novos registros de hospitalizações de pacientes confirmados com Covid-19 entre as duas últimas semanas: eram 598 e passou para 739 novas internações.
As regiões que tiveram maior aumento foram Porto Alegre (186), Caxias do Sul (81), Canoas (54), Passo Fundo (49), Novo Hamburgo (46), Pelotas (45) e Santa Maria (41).
Ao mesmo tempo, baixou o número de internados em UTI por SRAG (-4%) e por Covid-19 (-8%) e, especialmente, diminuiu o número de óbitos entre as duas semanas anteriores (-16%). Com isso, houve um aumento de 5% no total de leitos livres destinados aos casos que necessitam de tratamento intensivo.
Bandeira Amarela
Bagé
Palmeira das Missões
Cachoeira do Sul
Bandeira Laranja
Pelotas
Canoas
Capão da Canoa
Caxias do Sul
Cruz Alta
Erechim
Guaíba
Ijuí
Lajeado
Novo Hamburgo
Passo Fundo
Porto Alegre
Santa Cruz do Sul
Santa Rosa
Santo Ângelo
Taquara
Uruguaiana
Veja as notícias do Jornal do Almoço