Polícia resgata idosa vítima de abuso financeiro em Porto Alegre

Segundo a investigação, a idosa, de 81 anos, também estaria sendo dopada pela suspeita. Mulher, que é farmacêutica, já havia sido condenada em 2016 por dopar outra idosa e se apropriar dos bens. Confira os destaques do G1 RS desta segunda-feira (12)
A Polícia Civil resgatou, na manhã de sábado (10), uma idosa que estaria sendo vítima de abuso financeiro, no Bairro Mont’Serrat, em Porto Alegre. Segundo a investigação, a suspeita estaria dopando a idosa, de 81 anos. A mulher não foi presa.
“A suspeita não estava no local. Não houve situação de prisão em flagrante. A situação começou em dezembro de 2019. A família nos procurou na sexta (9) e consegui que o Judiciário deferisse a ordem de busca e apreensão na madrugada de sábado. Não sabíamos o que íamos encontrar pois a família já não tinha mais acesso fácil à idosa”, explicou ao G1 a delegada Cristiane Machado Pires Ramos, da Delegacia de Polícia de Proteção ao Idoso (DPPI) de Porto Alegre.
No quarto da suspeita foram apreendidos medicamentos, além de diversos itens de luxo comprados com o cartão da idosa, sem o conhecimento dela, como perfumes importados, semijoias, dermocosméticos importados e roupas de marca entre outros.
A investigação aponta que a suspeita conheceu a idosa em uma farmácia e aos poucos ganhou sua confiança, inclusive indo morar na mesma casa e afastando a idosa do convívio da família.
A polícia informou que a idosa apresentou crises de intoxicação medicamentosa, o que alertou a família.
A mulher suspeita pelos abusos é farmacêutica e foi condenada, em 2016, por dopar outra idosa e se apropriar de bens.
A idosa foi resgatada pela polícia e entregue à família. O caso será investigado pela Delegacia de Polícia de Proteção ao Idoso (DPPI) de Porto Alegre.
“Infelizmente, para nós da Delegacia de Proteção ao Idoso, é um tipo de golpe que comumente investigamos”, diz a delegada.
VÍDEOS: BOM DIA RIO GRANDE